Polícia prende três por comércio de cigarro eletrônico no Rio

A Polícia Civil do Rio prendeu nesta quarta-feira três homens numa operação contra o comércio de cigarro eletrônico em Bangu, na Zona Oeste da capital. Vagner Bernardino da Silva, conhecido como VG, de 39 anos; Nilton Antônio dos Santos, de 49; e Luiz Claudio Pinheiro Costa Junior, de 26, foram indiciados pela prática de crime contra as relações de consumo. Eles pagaram fiança e responderão em liberdade.

Investigação: MPF denuncia 19 integrantes de organização criminosa por tráfico internacional de drogas

Blindados: 'Caveirinhas' da PM começam a patrulhar vias expressas em agosto

Restrição: Justiça suspende participação da PRF em operações policiais fora de estradas e rodovias

A corporação também comunicou ter apreendido farto material, incluindo dispositivos de fumo eletrônico e refis. Entre os itens, há cigarros que eram vendidos por até R$ 600.

O comércio desses produtos é proibido em todo o território nacional pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), pois são prejudiciais à saúde.

Segundo a polícia, não foi possível constatar de imediato se os indiciados cometeram contrabando ou delito parecido, portanto não receberam essas imputações. Ainda de acordo com a corporação, os autos serão enviados à Polícia Federal.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos