Polícia prende uma dos envolvidos na morte de estudante da UFRJ sequestrado na Urca

Extra
·1 minuto de leitura

A Polícia Civil prendeu neste domingo Denner Dias Barcia Alves, acusado de ser um dos autores do homicídio do estudante Marcos Winícius Tomé Coelho de Lima, de 20 anos, em outubro deste ano. Marcos Winícius foi encontrado morto após ser sequestrado na Urca, Zona Sul do Rio.

De acordo com a Polícia Civil, investigadores obtiveram a informação de que Denner estava escondido em um imóvel na Avenida Epitácio Pessoa, na Lagoa, Zona Sul do Rio e os agentes fizeram um cerco no local. A namorada do acusado, Bruna Alencar, estava no imóvel. Ela teria demorado para abrir a porta, alegando que havia cachorros na residência.

Quando os policiais entraram no apartamento, notaram que havia um quarto com o duto do ar condicionado e o aparelho fora do lugar e desconfiram que Denner havia fugido pelo vão. Após cerca de uma hora de buscas pelo condomínio, o alvo foi encontrado na sala de máquinas do elevador do prédio. Ele portava um mochila com nove tabletes de maconha. No apartamento, havia munições de revólver, balanças de precisão para pesagem de drogas e coldres para armas de fogo.

A ação foi realizada por agentes da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) e da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF). Denner e Bruna foram encaminhados para a DHBF, onde será formalizado o cumprimento do mandado de prisão temporária do autor do homicídio. Além disso, o casal será autuado pelos crimes de tráfico de drogas e posse de munição.