Polícia registra 41 ocorrências e quatro prisões relacionada às eleições em MG

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Polícia Militar de Minas Gerais registrou, até às 11h deste domingo (30), 41 ocorrências e quatro prisões relacionadas ao segundo turno das eleições.

De acordo com a corporação, três prisões são de eleitores que tentaram filmar ou fotografar o voto na urna eletrônica. Os casos foram registrados nas cidades de Carandaí, Cachoeira Dourada e Monte Alegre de Minas.

A outra prisão foi de uma pessoa que fazia campanha distribuindo broches de um candidato na porta de um local de votação. O caso ocorreu na cidade de Poté, no Vale do Mucuri.

De acordo com o TRE-MG, a votação transcorre com tranquilidade no estado, sem registro de grandes filas ou tumultos. Até o momento, 163 urnas precisaram ser substituídas no estado.

Uma zona eleitoral na zona rural de Bias Fortes, na zona da Mata, ficou sem energia elétrica. Segundo o TRE-MG (Tribunal Regional Federal de Minas Gerais), o caso não chegou a atrapalhar a votação no local.