Polícia russa prende xamã que ia a Moscou 'exorcizar' Putin

(Arquivo) As declarações expressadas pelo xamã sobre Putin capturaram a atenção do público

Um xamã siberiano que iniciou uma incrível viagem a Moscou com a intenção de "exorcizar" o presidente Vladimir Putin, a quem descreveu como um "demônio", foi detido nesta quinta-feira (19) pela polícia russa.

Conforme relatado pela polícia da República Russa da Buriácia, na parte oriental da Sibéria, o xamã Alexandre Gabychev foi preso em uma estrada perto do lago Baikal e enviado de volta para sua terra natal. Lá, ele é procurado por ter cometido um crime, sobre o qual não foram fornecidos mais detalhes.

Leia também

Alexandre Gabychev iniciou sua viagem em março e planejava chegar a Moscou em 2021. Seu objetivo era organizar uma "cerimônia para exorcizar Putin".

Em sua jornada, ele foi acompanhado por vários discípulos, que começaram a dar a ele alguma fama na mídia local.