Polícia de SP atira durante perseguição na Rua da Consolação e mata duas pessoas

Duas pessoas morreram e uma foi baleada por policiais da Rota, que faz parte da corporação da Polícia Militar (PM), durante perseguição na Rua da Consolação, Zona Central de São Paulo na madrugada desta quinta-feira. Segundo os policiais, as vítimas faziam parte de uma quadrilha que assaltava residências na Grande São Paulo e os suspeitos dispararam primeiro em direção aos agentes, que revidaram.

Os agentes da Ronda Ostensivas Tobias Aguiar (Rota) que faziam ronda naquele momento receberam uma denúncia sobre o grupo e descobriram que estava prestes a assaltar uma casa em Cotia. Os três suspeitos carregavam um simulador de controle de portão, utilizado para ter acesso aos imóveis.

Relembre: Suzane Von Richthofen faz parte de lista de sete assassinos mais conhecidos do país

'Sem anistia': Posse de Guajajara e Anielle Franco como ministras vira ato contra bolsonaristas que atacaram os poderes no domingo

De acordo com a polícia, os indivíduos confessaram que a quadrilha era composta por mais três membros e passaram informações sobre o modelo do carro no qual estariam. Segundo o G1, o veículo foi localizado, e a viatura deu início a perseguição que terminou em acidente, em frente à obra da Linha 6-Laranja na Rua da Consolação. Houve troca de tiros entre suspeitos e policiais. No carro perseguido, a polícia relata ter encontrado quatro armas.

Os indivíduos apontados como membros da quadrilha foram baleados. Dois foram encaminhados ao Hospital das Clínicas, mas não resistiram. O terceiro está na Santa Casa, onde, segundo a PM, passa por cirurgia. Não há detalhes sobre seu estado de saúde. O caso será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).