Polícia de SP prende suspeitos de matar professor de jornalismo da Unesp

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Equipes da Polícia Militar prenderam na tarde desta quarta-feira (17), na zona oeste de SP, dois homens suspeitos de participarem da morte do professor de jornalismo da Unesp em Bauru Ricardo Luiz Nicola, 52. Ele foi assassinado em Jaú (a 287 km da capital paulista), horas antes das prisões. A principal suspeita da polícia é que Nicola tenha sido morto pela dupla durante um roubo (latrocínio). Um dos criminosos teria marcado encontro com a vítima por um aplicativo de relacionamentos (Tinder) e, assim, teve acesso à casa dele. O corpo do docente foi encontrado pela família na manhã desta quarta. Segundo informações da Polícia Militar, ele estava caído, já sem vida, com sinais de violência pelo corpo, "sinais notórios de agressão", segundo a PM. A polícia logo desconfiou da possibilidade de um latrocínio (roubo com morte) porque a família notou que alguns pertences da vítima tinham sido levados, como aparelhos eletrônicos, celular e o próprio veículo dela --um Honda Civic, cinza, ano 2021. Foi por conta desses pertences roubados que a polícia localizou os suspeitos. Eles rastrearam os sinais do GPS do aparelho telefônico e chegaram à dupla, na região da Lapa (zona oeste). A notícia da morte do professor deixou os colegas da academia chocados. Em nota, a Unesp em Bauru declarou estar em luto. "Estamos todos consternados com a perda desse professor jovem, ainda que dedicado à universidade havia mais de 30 anos, atuando ativamente nos cursos de graduação e pós-graduação. Prestamos nossa homenagem ao professor Ricardo Luiz Nicola e nossa solidariedade aos seus familiares, colegas e estudantes por essa irreparável perda, de modo tão repentino e violento", informa trecho da nota. O ex-diretor da Faculdade de Arquitetura, Artes, Comunicação e Design Marcelo Carbone disse à reportagem que todos estão muito tristes. "Estou até com dificuldades de falar. Ele tem quase 30 anos de casa. Dedicação de uma vida. Pessoa dedicada. Triste. Triste. Estamos em luto."