Político da oposição Boris Nemtsov é morto a tiros em Moscou

(Arquivo) Boris Nemtsov, no dia 4 de março de 2012, em Moscou. O político da oposição russa foi morto a tiros, no centro de Moscou, na madrugada deste sábado (horário local) - anunciou a polícia da capital

O político da oposição russa Boris Nemtsov foi morto a tiros no centro de Moscou, na madrugada deste sábado (horário local) - anunciou a polícia da capital.

"No centro de Moscou, mataram um homem com documentos [de identidade] em nome de Boris Yefimovich Nemtsov", informou o porta-voz.

Boris Nemtsov passeava com uma jovem pela Grande Ponte de Pedra, que fica perto do Kremlin, quando "atiraram quatro vezes nas suas costas, causando sua morte", declarou a porta-voz do Ministério russo do Interior, Elena Alexeva, à emissora Rússia 24.

De acordo com a agência russa de notícias RIA Novosti, a polícia informou que várias pessoas testemunharam o assassinato.

"Eu vi o corpo de Boris na minha frente. Há muitos policiais em volta", contou à RIA Novosti o também opositor Ilya Yashin, ligado a Nemtsov.

Pelo menos dez viaturas de polícia e ambulâncias estavam no local do crime. O acesso à área foi bloqueado pelos agentes, constatou uma jornalista da AFP.

Para o presidente Vladimir Putin, o assassinato de Boris Nemtsov "tem as marcas de uma morte encomendada e tem toda uma provocação", disse seu porta-voz Dmitri Peskov.

Segundo Peskov, o presidente pediu ao Comitê de Investigação, ao Ministério do Interior e ao FSB (antiga KGB) que investiguem o assassinato.