Polónia e Chéquia assinam acordo para proteger a Eslováquia

Três países europeus unidos contra uma eventual ameaça russa. A Polónia e a Chéquia assinaram, este sábado, um acordo para proteger o espaço aéreo da Eslováquia, com forças prontas para agir em caso de necessidade.

Isto acontece numa altura em que a Eslováquia, vizinha da Ucrânia, desiste dos seus antigos jactos Mig-29, de fabrico russo. Este voto de proteção dos aliados da NATO vai durar até a Eslováquia receber os novos F-16 dos Estados Unidos, previsto para 2024.

O ministro da Defesa da Eslováquia, Jaroslav Nad, diz que o país assinou este acordo com a Chéquia e a Polónia, o que prova "o quão estreitas são as relações e quão próximos são enquanto aliados".

A assinatura deste acordo acontece após a Polónia ter selado um outro acordo com a Coreia do Sul para adquirir tanques e munições de guerra, no valor de 5.8 mil milhões de dólares.

O governo polaco tem vindo a desenvolver várias ações para reforçar as forças armadas do país, numa altura em que a guerra da Ucrânia entra no sétimo mês.