Polônia concede visto a atleta olímpica bielorrussa ameaçada de repatriação

Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

(Da esquerda) Krystsina Tsimanouskaya de Belarus, a espanhola Maria Isabel Perez, a nigeriana Blessing Okagbare, Tynia Gaither de Bahamas e a britância Asha Philip, nos 100 metros femininos nos Jogos de Tóquio

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos