Poliana Rocha relembra sofrimento com decisão de Zé Felipe: "Período difícil"

Poliana Rocha e Leonardo (Reprodução Globoplay)
Poliana Rocha e Leonardo (Reprodução Globoplay)

Em suas redes sociais, Poliana Rocha relembrou que sofreu durante um período familiar importante ao lado do filho, Zé Felipe.

"Estava vendo aqui esse dia, aqui está pura maquiagem, vocês não têm noção de como eu estava esse dia. Foi no dia do DVD, da gravação do DVD do Zé, e eu estava extremamente ansiosa, nervosa, insegura. Nossa, mas eu tinha tantos sentimentos aflorados dentro de mim que eu nem sei como explicar para vocês", escreveu ela.

A influenciadora digital sempre ficava em casa cuidando de Zé Felipe durante as turnês do marido, o cantor Leonardo, e afirmou que entrou em crise quando percebeu que o filho seguiria a mesma vida de passar os dias na estrada sem data para voltar.

"Quando ele realmente decidiu o que ele queria para a vida dele, eu vi que tinha potencial e talento para aquilo e tive que cortar o cordão umbilical. É difícil, não é fácil. Mas graças à Deus passou e ele tá colhendo os frutos do que ele plantou", completou.

Histórias de traição

Recentemente, a esposa de Leonardo, abriu uma caixinha de perguntas para os fãs no Instagram e afirmou que recebeu muitas críticas quando decidiu perdoar as traições do marido. O casal está junto há 25 anos, e Poliana explicou que colocou uma pedra no assunto e hoje confia plenamente em Leonardo.

"Saiu em vários sites e eu fiquei super agradecida com o carinho das pessoas, mas existem muitos comentários maldosos me chamando de chifruda, corna, que eu estava com ele por dinheiro! Mas, na verdade, são julgamentos de meras pessoas que nem sequer conhecem minha história de vida, de superação! Eu até cheguei a ler algumas, mas senti dó da pessoa que fez o comentário, não de mim. Fui traída sim, assumidíssima, me permiti perdoar, superei e construí uma família linda! O mérito é meu, como vou me sentir mal?", disparou ela.

Poliana garantiu que não fuça as redes sociais do marido, e explicou que perdeu o interesse em ver qualquer tipo de conversa do parceiro. "O telefone dele toca e eu nem desviro pra saber quem está ligando. Não tenho o menor interesse em procurar e ver coisas que possam me machucar. Quero estar aberta sempre a coisas boas".