Polícia apreende celulares e outros dispositivos eletrônicos em penitenciária no Rio

Polícia apreende celulares e chips na Penitenciária Bangu III, no Rio de Janeiro. (Foto: Divulgação/Seap)
Polícia apreende celulares e chips na Penitenciária Bangu III, no Rio de Janeiro. (Foto: Divulgação/Seap)

Policiais penais do Rio de Janeiro apreenderam seis telefones celulares, drogas e outros equipamentos eletrônicos na Penitenciária Gabriel Ferreira Castilho, mais conhecida como Bangu III. Na unidade estão presos acusados de integrar a maior facção criminosa da capital fluminense.

De acordo com o G1, a operação ocorreu na noite de sábado (9) e teve como objetivo verificar se internos estavam se comunicando com criminosos em áreas dominadas pela facção.

Além de policiais penais da Subsecretaria de Inteligência do Sistema Penitenciário, a ação teve participação dos agentes da unidade prisional.

Os itens apreendidos foram encontrados em uma área comum da prisão. Por isso, de acordo com a Seap (Secretaria de Administração Penitenciária), não foi possível identificar os donos dos celulares.

A Secretaria também afirmou que outras operações já foram efetuadas para tentar evitar a comunicação de chefes de organizações criminosas com os cúmplices que estão fora das cadeias.

Segundo a pasta, os itens enviados à delegacia foram os seguintes:

6 celulares;

1 recipiente com maconha;

6 "trouxinhas" com maconha;

2 ampolas de anabolizantes;

66 chips;

12 carregadores;

17 cabos USBs;

30 fones de ouvido;

1 modem de internet.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos