Polícia apreende passaporte e R$ 470 mil do Nego do Borel

Redação Notícias
·1 minuto de leitura
<p>O funkeiro foi acusado pela ex-noiva, Duda Reis, de estupro de vulnerável e transmissão de HPV</p>

O funkeiro foi acusado pela ex-noiva, Duda Reis, de estupro de vulnerável e transmissão de HPV

O cantor Leno Maycon Viana Gomes, o Nego do Borel, foi alvo de um mandado de busca e apreensão nesta quinta-feira (28). Peritos da Polícia Civil do Rio e de São Paulo vão analisar os equipamentos e dispositivos eletrônicos apreendidos nos dois endereços do cantor, acusado pela ex-namorada Duda Reis de estupro de vulnerável, ameaça, injúria e lesão corporal.

No Rio, a polícia encontrou um cofre, onde estavam guardados R$ 470 mil em espécie. A quantia estava em um cofre, na casa dele, no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste do Rio, em notas de 100 e 50 reais, amarradas por elásticos e empacotadas em vários maços. O dinheiro estava guardado em uma espécie de sótão, do terceiro andar da casa, onde funciona um escritório.

Os agentes também apreenderam o passaporte do acusado.

Leia também

Além de negar as acusações, Nego prestou queixa contra Duda, por injúria, calúnia e difamação.