Polícia Civil estoura aviário suspeito de vender pombos como se fossem galetos

·1 minuto de leitura

Policiais da Delegacia do Consumidor (Decon) estouraram, nesta terça-feira, um aviário suspeito de comercializar pombos como se fossem galetos.

No estabelecimento, os agentes encontraram grande quantidade de aves (pombos, galinhas, patos, codornas, entre outros) sem qualquer tipo de higiene e autorização dos órgãos fiscalizatórios. O proprietário foi preso em flagrante.

Leia também

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

De acordo com o delegado titular da especializada, André Neves, os policiais foram ao estabelecimento após receberem denúncias.

Os agentes encontraram um depósito de aves abatidas, onde as carnes estavam sendo comercializadas com as espécies misturadas, sem qualquer tipo de identificação e podendo ser comercializada.

O material foi encaminhado à perícia para atestar os animais que eram vendidos para o consumidor.

do O Globo

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos