Polícia de SP prende suspeito de participar de incêndio contra estátua de Borba Gato

·1 minuto de leitura
  • A Polícia Civil de São Paulo prendeu um suspeito de ter participado do incêndio da estátua de Borba Gato

  • Segundo investigações, o homem é o motorista de um caminhão que conduziu parte do grupo responsável por atear fogo contra o monumento

  • Grupo chamado Revolução Periférica assumiu a autoria do incêndio

A Polícia Civil prendeu um homem suspeito de ter participado do incêndio da estátua de Borba Gato, em Santo Amaro (zona sul de São Paulo), na tarde do último sábado (24).

A prisão ocorreu na madrugada deste domingo, segundo reportagem do jornal Folha de S.Paulo. O suspeito é o motorista de um caminhão que conduziu parte do grupo até o endereço onde está localizada a estátua com pneus que foram usados no incêndio.

Leia também

De acordo com investigações do 11º DP, o veículo usado também estava com as placas adulteradas. "As investigações prosseguem para identificar e localizar os demais autores", disse, por nota, o governo de João Doria (PSDB).

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo informou em nota que a polícia busca imagens e outras informações que possam ajudar "na identificação e localização dos demais autores do ato de vandalismo".

Por volta das 13h30 de sábado, um grupo desembarcou de um caminhão e espalhou pneus na avenida Santo Amaro e em torno do monumento, ateando fogo logo depois.

Policiais militares e bombeiros chegaram na sequência, controlaram as chamas e liberaram o tráfego. O ato terminou sem feridos nem detidos.

Após o fogo ser controlado, pessoas favoráveis e contrárias à ação foram até perto do monumento. Carros que passavam pelo local se manifestaram de forma crítica ao vandalismo.

A Guarda Civil Metropolitana e a Polícia Militar também foram até o local vigiar a estátua, enquanto agentes da Polícia Civil iniciavam investigações.

Um movimento chamado Revolução Periférica assumiu a autoria do incêndio.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos