2 mortos e 20 feridos em SP: Polícia diz que passageiros de ônibus não usavam cinto

Interior do ônibus que tombou no interior paulista — Foto: Corpo de Bombeiros de Marília /Divulgação
Interior do ônibus que tombou no interior paulista — Foto: Corpo de Bombeiros de Marília /Divulgação

A Polícia Rodoviária disse que a maioria das vítimas do acidente de ônibus que matou duas pessoas e deixou mais de 20 feridas na tarde desta quarta-feira (31), na Rodovia Marechal Rondon (SP-300), em Promissão (SP), não usavam cinto de segurança.

De acordo com o major Eurico da Polícia Rodoviária a falta do uso do cinto estimulou a gravidade do acidente, colaborando para o aumento do número de vítimas.

“O que potencializou o acidente foi a falta do uso do cinto de segurança. Pessoas foram arremessadas para fora do veículo. O que a gente pode dizer é que, se essas pessoas estivessem usando cinto de segurança, com certeza a gravidade teria sido menor”, disse Eurico.

O ônibus que havia saído de Corumbá (MS), transportava o motorista e 25 passageiros, a maioria estrangeiros, tombou no quilômetro 460 da SP-300, por volta das 17h.

A suspeita da Polícia Rodoviária é de que um dos pneus traseiros do ônibus estourou e, por isso, o motorista teria perdido o controle da direção e batido contra uma placa de trânsito. Com o impacto, o veículo tombou no acostamento.

Morreram no local do acidente, uma mulher e uma criança, que não tiveram a identidade revelada e outras 20 pessoas foram socorridas para o Hospital Geral de Promissão e para a Santa Casa de Lins (SP). A polícia informou que duas dessas vítimas tiveram membros amputados.

Apenas quatro pessoas tiveram ferimentos leves e não precisaram ser encaminhadas aos hospitais para atendimento.

A perícia esteve no local, o Corpo de Bombeiros, a equipe de resgate da concessionária e a Polícia Rodoviária atenderam a ocorrência.

A ocorrência foi apresentada na Delegacia de Polícia de Promissão. Nesta sexta-feira (1º), uma nova perícia será realizada. Desta vez, no interior do ônibus. A polícia investiga as causas do acidente.