Polícia do Rio de Janeiro tenta localizar Nego do Borel após suposto desaparecimento

·2 minuto de leitura
Nego do Borel (Reprodução PlayPlus)
Nego do Borel (Reprodução PlayPlus)

A Polícia Civil do Rio de Janeiro está tentando localizar o cantor Nego do Borel, que teria desaparecido nas últimas 24h e desligado o celular. A polícia afirmou para o Yahoo! que as investigações sobre o caso estão em andamento com a DDPA (Delegacia de Descoberta de Paradeiros).

A polícia não confirmou a existência de um boletim de ocorrência, e não deu mais detalhes sobre o depoimento da mãe de Nego do Borel, Roseli Viana Pereira, que afirmou que fez um registro de desaparecimento na 42 DP do Recreio dos Bandeirantes, no Rio de Janeiro. 

Leia também:

De acordo com informações do Jornal O Globo, Roseli encontrou um bilhete deixado pelo filho falando sobre sua participação no reality da Record 'A Fazenda 13'. O ex-peão foi expulso da atração após acusações de estupro contra Dayane Mello. No bilhete, Nego teria dito que “A Fazenda vai me pagar, fez minha mãe chorar…”. Procurada pelo Yahoo, a assessoria da emissora não se pronunciou.

Entenda o caso

Mãe de Leno Maycon Viana Gomes, o Nego do Borel, fez um registro de desaparecimento do cantor na 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes), na noite desta segunda-feira, dia 4. Em depoimento na distrital, Roseli Viana Pereira informou que, pela manhã, o artista, chorando, disse que sairia de casa. Depois, ele ligou para um assessor agradecendo por tudo, “como se tivesse se despedindo”. O caso está sendo encaminhado para a Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA), na Cidade da Polícia.

Ainda de acordo com Roseli, Nego do Borel disse que a amava e pediu que ela não o impedisse de fazer o que ele queria. Ela não está conseguindo contato com o filho, pois o aparelho está desligado.

Roseli contou também ter encontrado um bilhete em uma folha de caderno dizendo: “A Fazenda vai me pagar, fez minha mãe chorar…” Em setembro, o funkeiro foi expulso do programa “A Fazenda”, da TV Record, depois de ser acusado de estupro de vulnerável contra a modelo Dayana Mello, outra participante do reality show. Ele está sendo alvo de uma investigação pela Polícia Civil de São Paulo pelo crime.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos