Polícia encontra corpo de menina que desapareceu após ir à padaria e prende suspeito

Polícia encontra corpo de garota enterrado na casa do suspeito (Foto: Reprodução)
Polícia encontra corpo de garota enterrado na casa do suspeito (Foto: Reprodução)

Foi encontrado nesta terça-feira (29) o corpo da adolescente, de 12 anos, que desapareceu após ir à padaria que fica a 400 metros da casa dela, em Aparecida de Goiânia.

A Polícia Civil achou o corpo enterrado na casa do suspeito que foi preso. O homem tinha sido levado para a delegacia na tarde de segunda-feira (28), quando foi ouvido.

"Confirmamos que foi localizado o corpo. A gente queria ter um resultado diferente e achá-la viva, mas localizamos o corpo na residência do suspeito. Desde ontem, a gente estava com essa suspeita, nós cumprimos o mandado de prisão e, em diligência, foi encontrado o corpo da menor na residência do suspeito", disse a delegada Caroline Borges.

Segundo a polícia, informou o portal g1, o investigado ouvido na delegacia já tem passagem na polícia por estupro. Após ser ouvido, o homem foi levado ao Instituto de Criminalística para retirar material genético.

A adolescente havia desaparecido na manhã do último domingo (27), no setor Madre Germana 2, quando saiu para comprar pão.

A diarista Jheiny Hellen, de 31 anos, mãe de Luana, contou que a filha foi ao estabelecimento com R$ 10.

Segundo ela, a menina nunca saiu de casa sem avisar e não passava por problemas pessoais ou de saúde.

Na segunda-feira, a Polícia Civil iniciou a investigação e o suspeito do caso foi ouvido na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA). O carro dele foi enviado para o Instituto de Criminalística, na capital, para ser periciado.

Imagens de câmera de segurança mostraram Luana indo e em seguida voltando da padaria com uma sacola na mão. Quando a adolescente entrou na rua de casa, o circuito de monitoramento não filmou e ela não foi mais vista.