RJ: PF prende secretário de Administração Penitenciária, suspeito de negociar benefícios com o Comando Vermelho

·2 minuto de leitura
Agentes da PF cumprem mandado de prisão contra integrantes da cúpula da Seap no Rio de Janeiro — Foto: Reprodução/ TV Globo
Agentes da PF cumprem mandado de prisão contra integrantes da cúpula da Seap no Rio de Janeiro — Foto: Reprodução/ TV Globo
  • PF prende cúpula de secretária acusada de negociar benefícios com criminosos presos

  • Servidor teria ido visitar chefes do Comando Vermelho presos no Paraná para realizar acordos

  • Tratativas envolviam soltura ilegal e entrada de itens ilícitos em penitenciárias do RJ

A Polícia Federal prendeu, nesta terça-feira (17), Raphael Montenegro, secretário estadual de Administração Penitenciária (Seap) do Rio de Janeiros na chamada "Operação Simonia". Wellington Nunes da Silva (gestão operacional) e Sandro Farias Gimenes (superintendente) também foram detidos na ação. As informações são do portal G1. 

De acordo com a apuração da PF, a cúpula da Seap negociou com chefes do Comando Vermelho, principal facção criminosa do Rio de Janeiro, “em troca de influência sobre os locais de domínio destes traficantes e outras vantagens ilícitas”.

Leia também:

Entre os acordos tratados entre os servidores e os criminosos estariam um retorno de presos no Paraná para o Rio de Janeiro, além de entrada de pessoas e itens proibidos em unidades prisionais do estado fluminense. 

Ainda de acordo com a apuração da PF, foi tratada uma soltura irregular de Wilton Carlos Rabello Quintanilha, conhecido como "Abelha", um “um criminoso de altíssima periculosidade, contra quem havia mandados de prisão pendentes”.

Montenegro visitou chefes do Comando Vermelho

Cláudio Castro, quando ainda era governador em exercício, nomeou Montenegro como chefe da Seap — Foto: Philippe Lima/Governo do Estado/Divulgação
Cláudio Castro, quando ainda era governador em exercício, nomeou Montenegro como chefe da Seap — Foto: Philippe Lima/Governo do Estado/Divulgação

De acordo com o G1, investigadores da PF desconfiaram de visitas que Montenegro a chefes do Comando Vermelho que estão presos no Paraná,

A força-tarefa realizada na manhã desta terça também contou com o Ministério Público Federal (MPF) e o Departamento Penitenciário Federal (Depen).

Montenegro assumiu a secretaria em janeiro deste ano por Cláudio Castro, que ainda era governador em exercício à época. 

De acordo com informações da TV Globo, Castro já tem um novo nome para chefiar a Seap. Victor Hugo Poubel, delagado da PF, deve assumir o cargo. Até às 9h desta terça, no entanto, a exoneração de Montenegro ainda não tinha sido publicada em Diário Oficial.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos