Polícia prende casal que ostentava nas redes após aplicar golpes

Casal foi preso em flagrante nesta quinta-feira (29). Foto: Divulgação/Polícia Civil de Goiás

Um casal foi preso nesta quinta-feira (29) pela Polícia Civil de Goiás após aplicar uma série de golpes em pessoas que buscavam viagens. Com a certeza de que nunca seriam descobertos, os dois ostentavam nas redes sociais.

As investigações das autoridades mostraram que Valter Ferreira de Faria Júnior, de 41 anos, e Daniela Rodrigues Dourado Aguirre, de 42, causaram um prejuízo de mais de R$ 5 milhões às vítimas.

Segundo informações da polícia, os dois tinham montado agências de viagens “de fachada” para enganar os clientes. Depois que as vítimas pagavam pelas supostas viagens, eles roubavam o dinheiro.

Leia também:

Para pagar as passagens aéreas, os dois usavam cartões de créditos que tinham sido clonados. O casal também vai responder por intermediar a locação de carros em aeroportos do Brasil para depois levá-los para Goiânia para que fossem revendidos depois de terem seus documentos adulterados.

Durante as investigações, que levaram seis meses, os policiais também descobriram que os dois somavam 18 documentos diferentes com os nomes alterados para serem usados em suas atividades ilícitas.

Casal gostava de ostentar nas redes sociais. Foto: Divulgação/Polícia Civil de Goiás

Enquanto a operação, que foi nomeada de Fake Life (“vida falsa”, em inglês), acontecia, as autoridades acharam evidências de que o casal abriu ao menos cinco empresas para conseguir enganar as pessoas.

Os dois foram encontrados e presos em flagrante em um apartamento de luxo em uma região nobre. No local, foram apreendidos mais de R$ 20 mil em espécie, 40 cartões de crédito e dois carros de alto padrão.

O casal vai responder por receptação, estelionato, lavagem de dinheiro, uso de documento falso e falsificação de documento público.