Polícia prende comerciantes acusados de matar homem em situação de rua em SP

Homem em situação de rua foi agredido e morto por dois comerciantes da Barra Funda, em São Paulo. (Foto: Getty Creative)
Homem em situação de rua foi agredido e morto por dois comerciantes da Barra Funda, em São Paulo. (Foto: Getty Creative)

Dois homens acusados de agredir e matar um homem em situação de rua na Barra Funda, bairro da Zona Oeste de São Paulo, foram presos pela Polícia Civil de São Paulo nesta sexta-feira (3). Câmeras de segurança do local flagraram a agressão a Valdemir Moura da Silva no dia 1º de maio, que chegou a ser socorrido pelo resgate, mas acabou morrendo antes mesmo de chegar ao hospital.

A Polícia chegou aos suspeitos, que são comerciantes no bairro, através de informações de testemunhas. Também foram utilizadas as imagens captadas pelas câmeras de segurança da Rua Americanos, onde o crime ocorreu.

Aos agentes, os comerciantes disseram que Valdemir havia furtado a bicicleta de um deles. Entretanto, a Polícia Civil não localizou nenhum boletim de ocorrência sobre esse furto.

Um inquérito policial foi aberto contra eles, que vão vão responder por homicídio qualificado mediante tortura. Em nota, a Secretaria da Segurança Pública disse que: "Policiais civis do 23° DP prenderam, durante a tarde desta sexta-feira (03), dois homens, suspeitos pela morte de um morador de rua. A Autoridade Policial representou ao Poder Judiciário para que seja decretada a prisão temporária de ambos".

Cresce número de pessoas vivendo nas ruas de São Paulo

Um censo realizado pela prefeitura de São Paulo revelou que 31 mil pessoas vivem nas ruas da capital, um aumento de 31% em comparação ao realizado em 2019. A pesquisa identificou ainda um aumento de 330% no número de barracas, na comparação com o levantamento de dois anos atrás. A triste realidade é reflexo da pandemia e da crise econômica, que empurra essas pessoas a viver sem dignidade.

De acordo com a prefeitura, a cidade conta com mil vagas em hotéis para quem está na rua. A administração também afirma que criou um programa de moradia temporária para esses cidadãos.

 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos