"Gordão", um dos traficantes mais procurados do Brasil, é preso em São Paulo

Polícia prende “Gordão” um dos traficantes mais procurados do Brasil - Foto: Reprodução/TV Globo
Polícia prende “Gordão” um dos traficantes mais procurados do Brasil - Foto: Reprodução/TV Globo

Foi preso na tarde desta segunda-feira (5), em um restaurante Poá, na Grande São Paulo, por policiais do 103º DP (Itaquera), um dos traficantes mais procurados no Brasil, Anderson Lacerda Pereira, conhecido como “Gordão”.

O traficante era procurado pela polícia há mais de cinco anos e tinha o nome na Interpol desde de 2020. Ele é acusado de enviar toneladas de cocaína para a Europa pelo Porto de Santos e de fraudar compras para a Saúde na Grande São Paulo.

De acordo com a polícia, Gordão ficou milionário e se inspirava em traficantes internacionais como o mexicano Amado Carrilo Fuentes, e o narcotraficante colombiano Pablo Escobar.

Segundo as investigações, o maior ídolo dele era Pablo Escobar.

Gordão havia montado em sítio um mini zoológico inspirado no narcotraficante colombiano Pablo Escobar, onde criava araras, macacos e até jacaré. A estimativa da polícia é que o patrimônio de Gordão seja de R$ 150 milhões.

Em 2020, uma reportagem do Fantástico mostrou o império de luxo que o traficante criou imitando o criminoso colombiano.

Para despistar a polícia, o traficante se hospedava em diferentes motéis. Imagens de circuito interno mostram ele se encontrando com a esposa em um desses locais no último dia 15 de agosto.

Gordão é acusado de ter montado mais de 30 clínicas médicas e odontológicas na Grande São Paulo e ter comprado mais de 15 casas de alto padrão em Arujá, também na região metropolitana.

Ainda de acordo com as investigações, ele fechou contratos milionários, sem licitação, usando a prefeitura de Arujá. Também era conhecido por mandar na cidade e usava a Saúde pública para expandir seus negócios.

Além do traficante, o braço direito dele, identificado como Jânio, também foi preso.

Os dois prestaram depoimento e foram transferidos para o 8º DP. Devem ser encaminhados para uma cadeia de segurança máxima.