Polícia prende homem com tornozeleira eletrônica em jogo do Grêmio

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Ação ocorrida na última partida do Grêmio em casa foi feita em conjunto da Susepe e da Polícia Militar. Foto: (Divulgação/Susepe).
Ação ocorrida na última partida do Grêmio em casa foi feita em conjunto da Susepe e da Polícia Militar. Foto: (Divulgação/Susepe).

Foi preso dentro da Arena do Grêmio, durante a partida contra o CRB, vencida por 2 a 0 no último sábado (30), um homem que estava utilizando tornozeleira eletrônica e tinha mandado de prisão expedido em seu nome. Uma ação realizada pela equipe de inteligência da Divisão de Monitoramento Eletrônico (DME) da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), com apoio da Brigada Militar, como é chamada a Polícia Militar no Rio Grande do Sul, (BM).

A equipe da DME atuou, durante a partida, junto das forças de segurança pública e dos seguranças particulares contratados pelo clube para monitorar e identificar possíveis torcedores que estivessem utilizando o equipamento de controle eletrônico dentro do estádio. Uma vez identificado um homem, com o auxílio das câmeras de segurança da Arena, ele foi preso e levado ao sistema prisional.

Leia também:

Chefe da Divisão de Monitoramento Eletrônico, Gustavo de Souza Lima, comentou sobre o trabalho integrado e sua importância: "Esse tipo de ação tem enorme potencial para a segurança pública, a exemplo da prisão ocorrida no sábado".

Já Ana Maria Dias Strahsburg, agente penitenciária que participou da ação durante a partida contra o CRB, ressaltou a importância da fiscalização: "Foi muito gratificante contribuir efetivamente para o sucesso da prisão realizada, utilizando o potencial do monitoramento eletrônico como ferramenta de fiscalização, com a intenção de inserir limites disciplinares ao monitorado e, também, efetuando a sanção final para aqueles que descumprem as regras de monitoramento".

Por conta da lei geral de proteção de dados, as informações sobre o homem preso não foram divulgadas pela assessoria de comunicação da Secretaria de Justiça e Sistemas Penal e Socioeducativo do Rio Grande do Sul.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos