Polícia vai analisar imagens para identificar e prender criminoso que matou dois homens a facadas no centro de SP

·2 minuto de leitura
Polícia apura morte de dois homens esfaqueados no centro de São Paulo - Foto: Reprodução/TV Globo
Polícia apura morte de dois homens esfaqueados no centro de São Paulo - Foto: Reprodução/TV Globo

A Polícia Civil vai analisar imagens de câmeras de segurança para tentar identificar e prender o assassino que fugiu após esfaquear e matar dois homens na região central de São Paulo. O crime aconteceu na noite da última terça-feira (28). 

Segundo o portal "G1", uma das vítimas é Luiz Angel, colombiano de 24 anos. A outra vítima fatal ainda não foi identificada. Uma faca foi apreendida pela investigação e será periciada para saber se foi a usada no crime realizado na capital paulista.

Leia também:

Pessoas que estavam próximas ao local do crime pararam um táxi e pediram socorro para o motorista, numa tentativa de salvar a vida das vítimas, mas elas morreram dentro do veículo a caminho do hospital. Após os óbitos, o motorista chamou a PM.

A região central é famosa pela presença de criminosos especializados na negociação de celulares furtados em toda a capital. A polícia apura se as vítimas estavam em busca de algum produto ou se houve atrito com um terceiro. Segundo o "G1, com um dos homens mortos os policiais encontraram um chip de celular e R$ 2,5 mil em dinheiro.

Uma hipótese que é considerada pela Delegacia Seccional Centro e o Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) é de que o assassinato pode ter sido premeditado, sendo o crime motivado por atritos anteriores. Outra hipótese que não está descartada é de que o autor do crime teria sido contratado por outra pessoa para matar as vítimas. 

"Ele [o assassino] atinge a primeira vítima com uma facada na altura da nuca e na sequência atinge a segunda vítima", disse o delegado seccional Roberto Monteiro de acordo com o G1. Segundo ele, o perfil do autor do crime é "de quem tem prática em matar". 

Monteiro confirmou também que há chance de que a outra pessoa morta também seja estrangeira. "Uma das vítimas é um colombiano. E a outra vítima, ainda não identificada, possivelmente também seja colombiana".

Até o momento da publicação desta reportagem, ninguém havia sido preso. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos