Polícia reconstitui acidente com carro alegórico que matou criança no Rio

Acidente com o abre-alas da escola de samba
Acidente com o abre-alas da escola de samba "Em Cima da Hora" matou a menina Raquel Antunes da Silva, de 11 anos.

Está marcado para este domingo às 18h a reconstituição do acidente envolvendo o carro alegórico da escola de samba “Em Cima da Hora” durante o carnaval do Rio de Janeiro. Na ocasião, a menina Raquel Antunes da Silva, de 11 anos, foi prensada contra um poste enquanto brincava no carro alegórico. Raquel chegou a ficar internada em estado gravíssimo no Hospital Souza Aguiar, no Centro da cidade. Ela teve a perna direita amputada em uma cirurgia que durou seis horas e chegou a sofrer uma parada cardiorrespiratória. Além disso, a menina teve traumatismo no tórax e respirava por aparelhos, mas morreu em decorrência de hemorragia interna.

O acidente com abre-alas da escola ocorreu após o primeiro desfile da Série Ouro, no dia 20 de abril. Segundo a Polícia Civil, o motorista disse não ter visto a menina em cima do carro quando o manobrou. Porém, as imagens de câmeras de segurança do local contradizem o motorista, que não teve a identidade revelada. A delegada Maria Aparecida Mallet, da 6ª DP (Cidade Nova), a princípio investiga o caso como homicídio culposo, quando não há intenção de matar. Mallet disse que é possível ver nas imagens que havia várias crianças brincando próximo ao veículo e não somente Raquel.

Já foram ouvidos o diretor da escola, Flávio Azevedo da Silva, e a mãe de Raquel, Marcela Portelinha. Além de funcionários que cuidavam do carro alegórico na avenida e o coordenador da dispersão. Eles são funcionários terceirizados da empresa de guindaste — responsável pelo dispersão dos carros do sambódromo.

Após o acidente, a Justiça determinou que as escolas de samba fizessem escolta dos carros alegóricos até os barracões. A decisão do juiz Sandro Pitthan Espíndola, da 1ª Vara da Infância, da Juventude e do Idoso, aceitou o pedido do Ministério Público estadual.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos