Polícia recupera parte de camisas do Flamengo roubadas

A carga total valia mais de R$ 1,6 milhão. Parte do material roubado foi interceptado pela Polícia Militar. Foto: (Divulgação/PMERJ)
A carga total valia mais de R$ 1,6 milhão. Parte do material roubado foi interceptado pela Polícia Militar. Foto: (Divulgação/PMERJ)

A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro recuperou, na última segunda-feira, uma parte da carga de uniformes e materiais esportivos do Flamengo que haviam sido roubados de um caminhão na última semana.

Oficiais que atuam pelo 15º Batalhão da Polícia Militar, de Duque de Caxias, apreenderam peças de vestuário com um homem no bairro Jardim Gramacho, na Rua Caramuru, e investigou quais seriam as origens dos materiais. Na 59ª Delegacia de Polícia, também de Duque de Caxias, foi confirmado que as dezenas de peças que o homem carregava faziam parte da carga que fora roubada de um caminhão na semana anterior.

Leia também:

Relembre o roubo

Na noite da última quarta-feira (24 de agosto), um caminhão da Adidas, fornecedora de material esportivo para o Flamengo, foi interceptado próximo da Rodovia Washington Luís, no Rio de Janeiro, e teve toda sua carga roubada. O prejuízo que se estima, por terem sido perdidas todas as peças, é de mais de R$ 1,6 milhão.

No dia seguinte, quinta-feira, a Polícia Militar informou que o caminhão havia sido recuperado em Duque de Caxias, na região de Nova Campina, mas com o seu baú vazio. Cinco homens, suspeitos de terem participado no crime, foram presos, mas apenas porções de drogas foram encontradas com eles.

Na sexta-feira, diversas mensagens em perfis e grupos nas redes sociais anunciavam, inclusive com fotos e vídeos, a venda dos materiais por valores de R$ 50 a R$ 100. O preço original das peças, nas lojas oficiais do clube, variam entre R$ 200 e R$ 300.