Policiais matam a tiros homem surdo que 'ignorou' ordens

Sanchez Family Photo via AP

Dois policiais mataram a tiros um homem surdo que se aproximou deles segurando um tubo de metal em Oklahoma City, nos Estados Unidos. De acordo com um oficial do departamento, a dupla não ouviu testemunhas gritando que ele não podia ouvi-los.

Magdiel Sanchez, de 35 anos, “ignorou” as ordens antes dos tiros. Os policiais alegaram que não ouviram as testemunhas gritando antes dos disparos.

Christopher Barnes atirou com sua pistola no exato momento em que Matthews Lindsey disparou um taser, contaram testemunhas. Sanchez morreu no local.

O tubo que ele carregava foi inicialmente descrito pelos policiais como um bastão. Vizinhos contaram que Sanchez se comunicava com gestos e sempre andava com um tubo para afastar cachorros na vizinhança.

“Nessas situações, muito voláteis, com uma arma erguida, você tem o que chamam de visão de túnel, ou pode realmente focar apenas na pessoa que tem a arma que seria a ameaça contra você. Não se exatamente o que os agentes estavam pensando naquele momento”, afirmou Bo Matthews,  chefe de polícia local, segundo o jornal The Guardian.

Mathews disse que uma testemunha disse a Lindsey o endereço onde um veículo suspeito no caso que investigavam estava. Sanchez estava em seu carro no momento em que o agente chegou ao local. Lindsey convocou reforço, Barnes chegou quando Sanchez saiu do carro e começou a se aproximar dos policiais.

O incidente está sendo investigado pelo departamento municipal de homicídios para verificar se a ação dos policiais foi justificada.