Policial branco é acusado da morte de homem negro desarmado nos EUA

·1 minuto de leitura
Um manifestante segura uma placa condenando o oficial Adam Coy em uma conferência de imprensa e vigília à luz de velas para Andre Hill fora do Brentnell Community Recreation Center em Columbus, Ohio em 26 de dezembro de 2020

Um policial branco foi acusado de assassinato nos Estados Unidos pela morte a tiros de um homem negro desarmado no estado de Ohio. O assassinato de Andre Hill pouco antes do Natal na cidade de Columbus gerou uma nova onda de protestos no país contra a brutalidade policial contra os afro-americanos.

Adam Coy, de 47 anos, o policial branco que atirou em Hill em 22 de dezembro, foi preso e acusado de assassinato na quarta-feira, disseram as autoridades.

Ao anunciar as acusações na quarta-feira à noite, Dave Yost, o procurador-geral do estado, disse que "as mesmas regras [se aplicam] a todos".

"A verdade é a melhor amiga da justiça, e o grande júri aqui encontrou a verdade", disse Yost. "Andre Hill não deveria estar morto".

Coy foi despedido da polícia de Columbus em janeiro.

Ele e outro policial respondiam a uma chamada não emergencial sobre um veículo suspeito quando encontraram Hill saindo da garagem de um amigo que ele estava visitando.

Imagens da câmera corporal de Coy mostram Hill se aproximando de policiais com um telefone celular na mão esquerda. Sua outra mão não está visível.

Depois de segundos, Cory abriu fogo e os policiais não ajudaram imediatamente o homem, que estava agoniando.

A morte de Hill ocorreu poucas semanas após o assassinato em Columbus de outro homem negro desarmado, Casey Goodson Jr., de 23 anos, que foi baleado e morto por um xerife quando voltava para casa depois de comprar sanduíches.

Protestos pedindo justiça racial e contra a brutalidade policial varreram os Estados Unidos no verão passado após a morte de George Floyd, um homem negro morto por um policial branco em Minneapolis, Minnesota.

O oficial, Derek Chauvin, será julgado em 8 de março.

chp/cl/ec/mps/rsr/ap/mvv