Policial mata a esposa na frente da filha e tenta suicídio no RJ

O PM da reserva matou a esposa no momento em que ela saiu do carro após fugir de casa. (Foto: Reprodução)

Uma mulher de 29 anos foi morta a tiros pelo marido, no sábado (25), no bairro de Pilares, localizado na zona Norte do Rio de Janeiro. O policial militar da reserva Antonio Carlos Maghelly Piloupas, de 51 anos, foi autuado em flagrante.

As informações são do jornal Extra.

Antes do crime, o policial publicou nas redes sociais duas fotos na qual em uma delas aparece ao lado de uma garrafa de bebida alcoólica com a legenda: “Nada como o sossego do lar”.

Leia também

Os dois tiverem uma discussão em casa, e Priscila pediu ajuda para a irmã. As duas fugiram da residência com a filha do casal, de 9 anos, e mais uma criança, e saíram em um carro.

O homem seguiu o automóvel e quando a esposa desembarcou, ele efetuou os disparos. Com a vítima já caída no chão, Antonio teria atirado mais 4 vezes.

Priscila morreu na hora, na frente da filha. O marido tentou suicídio, mas foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros e socorrido ao Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, onde permanece sob custódia.

Após receber alta, o PM da reserva deverá ser preso em flagrante pelo crime de feminicídio.