Policial militar fica nu e atira contra o chão na Bahia, após surto psiquiátrico

·1 minuto de leitura

Um policial militar ficou nu e atirou contra o chão no bairro Jardim Cruzeiro, em Feira de Santana, a cerca de 100 km de Salvador. O caso aconteceu na manhã deste domingo e, segundo a Polícia Militar, ele estava em surto psiquiátrico. O policial tem 44 anos e não teve identidade divulgada.

Imagens gravadas por moradores mostram o policial aparentemente transtornado, arremessando pedras no chão e apontando a arma em várias direções. Ele também parece gritar muito, fala sozinho em vários momentos e recusa ajuda de moradores que tentam conversar com ele. Testemunhas contaram ainda que o PM chegou a bater em um rapaz, que teve ferimento na boca.

A polícia foi acionada pelos moradores por meio do 190 e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também esteve no local. O militar foi levado para o Hospital Psiquiátrico Lopes Rodrigues, onde recebeu atendimento médico. A PM detalhou que ele está sendo acompanhado pelo serviço de psicologia da corporação.

No mês de março, outro policial militar entrou em surto e também atirou a esmo, mas em Salvador. A situação aconteceu no dia 28, na região do Farol da Barra. O PM estava com rosto pintado nas cores verde e amarelo, e carregava fuzil e pistola.

Identificado como Wesley Soares Góes, de 38 anos, o agente acabou sendo baleado depois de atirar contra policiais do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), que negociaram com ele por mais de três horas. Ele chegou a ser levado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos