Policial suspeito de matar Sarah Everard é acusado por sequestro e assassinato

Louise Queiroga
·1 minuto de leitura

O policial britânico Wayne Couzens, suspeito de matar a executiva de marketing Sarah Everard, de 33 anos, foi acusado por sequestro e assassinato nesta sexta-feira, dia 12. Mais cedo, a polícia confirmou que restos humanos encontrados dois dias antes na floresta de Ashford foram identificados como tendo a mesma idade da vítima. Depois, foi confirmada sua identidade pela Scotland Yard. Sarah desapareceu no último dia 3, enquanto voltava para casa, em Londres, após sair do apartamento de um amigo.

O investigado, um oficial da Polícia Metropolitana de Londres, deve comparecer ao Westminster Magistrates' Court no sábado, segundo a promotoria do Crown Prosecution Service (CPS).

"Após um encaminhamento de evidências pela Polícia Metropolitana relacionadas à morte de Sarah Everard, o CPS autorizou a polícia a acusar Wayne Couzens de assassinato e sequestro", disse Rosemary Ainslie, chefe do departamento de crime no CPS.