Policial toca Taylor Swift no celular para derrubar vídeo de manifestantes nos EUA

·1 minuto de leitura

Um vídeo postado ontem (1) pelo grupo ativista americano Anti Police-Terror Project mostra o sargento D. Shelby, xerife do condado de Alameda, em abordagem a manifestantes, na escadaria do tribunal de Oakland, que pediam justiça por Steven Taylor, morto em 2018 vítima da brutalidade policial. Ao perceber que estava sendo filmado, o sargento pegou seu celular e começou a tocar uma música de Taylor Swift. No vídeo, o oficial afirmou que a intenção era derrubar a gravação por direitos autorais caso fosse postada no YouTube.

Apesar do direito da população de se manifestar e gravar abordagens policiais, Shelby pode ser visto dizendo aos manifestantes do Anti Police-Terror Project para retirarem seus banners. Quando o diretor de políticas da APTP, James Burch, questionou o raciocínio do sargento, Shelby pegou seu telefone celular e apertou o play em “Blank Space” da cantora norte-americana.

Incrédulo, Burch perguntou à Shelby se ele estava começando uma festa. “Estou tocando minha música, asssim você não pode postar no YouTube”, disse o xerife.

A plataforma de vídeos possui um sistema automatizado de identificação de direitos autorais, que detecta o uso não autorizado de material protegido e remove o conteúdo infrator.Até o momento, o vídeo da organização ativista continua na plataforma e o xerife está sendo investigado por sua conduta.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos