Gagliasso senta com Lula para falar de antirracismo: "Letramento racial nas escolas”

Bruno Gagliasso se encontrou com Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no Rio de Janeiro (foto: Divulgação / Ricardo Stuckert)
Bruno Gagliasso se encontrou com Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no Rio de Janeiro (foto: Divulgação / Ricardo Stuckert)

Resumo da Notícia:

  • Bruno Gagliasso se sentou à mesa com Luiz Inácio Lula da Silva (PT)

  • O ator levou propostas para reforçar a luta antirracista em um possível governo

  • Bruno pediu que o político se comprometesse com o letramento racial nas escolas

Bruno Gagliassodeclarou diversas vezes que seu voto para presidente nas Eleições de 2022 é de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), mas nesta sexta-feira (26) deu um passo adiante. O ator e empresário se encontrou com o presidenciável no Rio de Janeiro.

Durante uma reunião em um hotel da cidade, Gagliasso levou uma série de pautas antirracistas para o presidenciável aplicar caso seja eleito em outubro. O ator quer que um futuro Governo seja comprometido com o combate ao racismo na infância.

“Sobre como é fundamental oferecer letramento racial nas escolas públicas e privadas. Como é vital restaurar políticas públicas e trabalhar pelas populações mais vulneráveis, em especial negros, indígenas e quilombolas”, escreveu Bruno nas redes sociais.

O ator informou que ouviu do político o compromisso de “trabalhar pelo Brasil e por todos os brasileiros e brasileiras. O melhor dessa conversa é saber que, depois de eleito, poderei cobrar suas ações de forma democrática e republicana”, completou.

Casado com Giovanna Ewbank e pai de duas crianças negras, o ator se colocou à disposição de um futuro Governo para ampliar a luta antirracista no Brasil. “Saio deste encontro com as esperanças renovadas e com a certeza de que outro Brasil, mais justo e solidário, é possível. Um país de todos e todas. Um Brasil de ideias, que investe na educação, que protege seus biomas, que respeita sua gente e permite seu povo a sonhar”, conclui.