Pollock, Munch e Margarita Azurdia em destaque esta semana pela Europa

Jackson Pollock, Edvard Munch e Margarita Azurdia estão esta semana em destaque nas sugestões da Euronews para programas culturais pela Europa.

"Caminhos da Liberdade: de Jackson Pollock a Maria Lassnig" é uma exposição para visitar em Viena, dedicada às obras do Expressionismo Abstrato de representantes das escolas de Nova Iorque e da Áustria, dos anos 50, período chave para a arte no pós II Guerra Mundial.

A mostra revela uma forma mais espontânea de representação da liberdade criativa, em termos individuais, com uma carga simbólica, que assumiu um significado totalmente diferente em relação aos anteriores movimentos.

O Museu d'Orsay, em Paris, convida a uma viagem a outro tipo de complexidade artística. Uma centena de obras de Edvard Munch representam 60 anos de trabalho do pintor.

A exposição procura mostrar a evolução artística do artista norueguês, para lá da famosa composição "O Grito".

"Margarita Azurdia. Margarita Rita Rica Dinamita" é a primeira exposição monográfica dedicada a esta guatemalteca, na Europa.

Azurdia é uma das principais artistas centro-americanas do século XX. Estudou nos Estados Unidos e no Canadá, na altura países menos conservadores do que a Guatemala.

O pensamento antisistema e feminista da artista colidiu com a sociedade conservadora da época. agora pode ser admirado no Museu Nacional Reina Sofia, na capital de Espanha.