Polônia afasta segurança por suposta ação neonazista

Homem que fazia a segurança da Seleção da Polônia foi agastado por ter envolvimento com organização neonazista.
Homem que fazia a segurança da Seleção da Polônia foi agastado por ter envolvimento com organização neonazista. Foto: (Adam Nurkiewicz/Getty Images)

Na preparação para a Copa do Mundo do Catar, que será realizada entre os dias 20 de novembro e 18 de dezembro deste ano, a Federação de Futebol da Polônia se viu na obrigação de desligar um de seus funcionários que ocupavam a função de segurança por causa de envolvimento com uma organização neonazista.

Dominik Gruszewski, também chamado de "Grucha", seria membro de um grupo de skinheads em Bialystok, cidade localizada ao norte da Polônia, de acordo com informações publicadas pelo Wirtualna Polska, jornal polonês. A principal atribuição de Grucha seria a de cuidar de Robert Lewandowski, centroavante do Barcelona e principal jogador da Polônia.

Leia também:

Ainda segundo as informações do jornal polonês, Grucha responde a um processo judicial no país, sem ter sido divulgada o teor da causa. O Ministério Público polonês investigou o guarda-costas e descobriu a sua participação em uma organização criminosa que divulgava ideais neonazistas e fascistas, além de praticar roubos no país. Materiais de disseminação foram encontrados pela polícia na casa do segurança polonês.

Leia a nota oficial do afastamento

"A Federação Polonesa de Futebol entrará em contato com as autoridades e serviços estatais relevantes para determinar a credibilidade dos relatos da mídia sobre Dominik Gruszewski, que não foram confirmados ou verificados hoje. Até então, ele não participará das atividades da seleção polonesa de futebol. A seleção nacional, que se prepara para participar na fase final do Mundial, precisa de tranquilidade e condições adequadas para se dedicar exclusivamente às questões desportivas. Quaisquer relatos e eventos não verificados da mídia que atrapalhem os preparativos para a Copa do Mundo podem ser prejudiciais para a equipe. Assim, por preocupação com o bem da equipe, foi tomada a decisão de esclarecer todas as circunstâncias e dúvidas nesta matéria".