Pompeo liga para presidente eleito da Bolívia para parabenizá-lo pela vitória

·1 minuto de leitura
O presidente eleito da Bolívia Luis Arce em La Paz, em 28 de outubro de 2020
O presidente eleito da Bolívia Luis Arce em La Paz, em 28 de outubro de 2020

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, ligou para o presidente eleito da Bolívia, Luis Arce, para parabenizá-lo pela vitória nas eleições de 18 de outubro e discutir a agenda bilateral, incluindo a economia e a crise da covid-19.

"O secretário e o presidente eleito discutiram oportunidades para construir a agenda bilateral entre os Estados Unidos e a Bolívia, incluindo uma maior cooperação econômica e um apoio dos Estados Unidos aos esforços da Bolívia para lidar com a covid-19", disse o chefe da diplomacia americana em um comunicado.

Arce, ex-ministro da Economia e apadrinhado do ex-presidente Evo Morales, ganhou as eleições com mais de 54% dos votos, devolvendo o poder ao Movimento ao Socialismo (MAS), partido fundado por Morales.

A vitória de Arce é questionada no rico departamento (estado) de Santa Cruz, um reduto da direita que anunciou uma greve para quinta e sexta-feira para exigir uma auditoria das eleições.

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) descartou a realização de auditoria e reiterou que o resultado foi validado por diversos organismos internacionais e nacionais, como a Organização dos Estados Americanos (OEA).

A embaixada dos Estados Unidos na Bolívia emitiu um alerta sobre "possíveis distúrbios civis e manifestações associadas à posse presidencial" de Arce em 8 de novembro.

an/mps/ic/mvv