População celebra morte de Lázaro: "CPF cancelado"

·3 minuto de leitura
População celebra fim da caçada a Lázaro Barbosa (Foto: Reprodução/Redes Sociais)
População celebra fim da caçada a Lázaro Barbosa (Foto: Reprodução/Redes Sociais)
  • A população que acompanhava a operação que capturou o assassino Lázaro Barbosa de Sousa, de 32 anos, em Goiás, comemorou o fim da caçada que durou 20 dias

  • Logo após a informação da morte de Lázaro, o termo CPF cancelado passou a inundar as redes sociais

  • De acordo com a polícia, o chamado "serial killer de Brasília" foi morto em um confronto e troca de tiros com policiais que estavam a sua procura, nesta segunda-feira (28)

A população que acompanhava a operação que capturou o assassino Lázaro Barbosa de Sousa, de 32 anos, em Goiás, comemorou o fim da caçada que durou 20 dias. 

De acordo com a polícia, o chamado "serial killer de Brasília" foi morto em um confronto e troca de tiros com policiais que estavam a sua procura, nesta segunda-feira (28).

Leia também:

Em um vídeo que circula nas redes sociais, é possível ver dezenas de pessoas reunidas em volta do cerco montado pela polícia no local onde o assassino foi detido. 

Em determinado momento, o cerco é aberto para a passagem de viaturas da polícia de Goiás. As pessoas aplaudem os agentes, comemorando a ação. "Parabéns. Vocês mecerem. Obrigado", dizem.

A primeira informação da captura de Lázaro foi dada pelo governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), que fez o anúncio em suas redes sociais de que o serial killer teria sido preso.

Posteriormente, agentes das forças de segurança relataram que ele foi baleado, levado para um hospital de Águas Lindas de Goiás e morto.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

CPF cancelado

Logo após a informação da morte de Lázaro, o termo CPF cancelado passou a inundar as redes sociais. A expressão é geralmente usada para se referir a pessoas mortas em ações registradas como confronto contra policiais.

"Lázaro morreu e teve o CPF cancelado com sucesso", escreveu um usuário do Twitter. "Lázaro com CPF cancelado e Brasil está como?", indagou outra internauta em uma publicação com a imagem de torcedores de futebol comemorando um gol.

Lázaro é condenado por assassinatos e estupros. Ele estava sendo procurado há 20 dias por uma série de crimes na Bahia e em Goiás. Há também uma acusação de que ele teria executado quatro pessoas de uma mesma família, o que lhe rendeu o apelido de "serial killer do DF".

Há também uma acusação de que ele teria executado quatro pessoas de uma mesma família, o que lhe rendeu o apelido de "serial killer do DF" (Foto: Reprodução)
Há também uma acusação de que ele teria executado quatro pessoas de uma mesma família, o que lhe rendeu o apelido de "serial killer do DF" (Foto: Reprodução)

Foragido há 20 dias

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP) de Goiás, Lázaro dece ser encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) para o exame de corpo de delito e, posteriormente, será levado para o presídio de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital.

Lázaro estava foragido há 20 dias e vinha sendo procurado pelas polícias do DF e de Goiás. No inicio da ação, houve boatos de que ele teria sido capturado e morto. As polícias Civil e Militar do Distrito Federal e de Goiás negaram a notícia horas depois.

Lázaro era buscado por matar quatro pessoas, balear três, invadir chácaras, fazer reféns e atear fogo em uma casa. Ibaneis Rocha, governador do Distrito Federal, chegou a se queixar da demora na captura do suspeito: “vem fazendo a polícia do Distrito Federal e do Goiás quase como de bobas”.

A notoriedade do caso despertou comentários das maiores autoridades políticas do país. O vice-presidente Hamilton Mourão classificou a ação como “buscar leão na selva”: Vai batendo o mato. É uma operação demorada, não é simples", disse. Já o presidente Jair Bolsonaro aproveitou o caso para defender o porte de armas entre os brasileiros: Arma deixa você dormir em paz em casa, disse.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos