Por 'bico' na instabilidade, Athletico-PR viaja ao Uruguai para jogar diante do Peñarol

Futebol Latino
·2 minuto de leitura


Matematicamente, o peso do jogo entre Peñarol e Athletico-PR na próxima terça-feira (20) em Montevidéu estará muito do lado uruguaio que necessita da vitória para seguir com chances de avançar ao mata-mata da Copa Libertadores.

Na tabela, o Athletico tem 10 pontos e um empate serve para assegurar a primeira posição, algo que renderá vantagem, pelo menos, de decidir em casa nas oitavas. Já para o clube Aurinegro, em terceiro lugar do Grupo C com seis unidades, a vitória combinada com um tropeço do Jorge Wilstermann no Chile contra o Colo-Colo (desde que seja empate ou vitória dos chilenos por saldo menor do que cinco gols de diferença) é a única saída para chegar a próxima fase do principal torneio continental.

Todavia, se a classificação do Furacão foi assegurada mesmo com o 0 a 0 em casa diante do Jorge Wilstermann na penúltima rodada (algo que influencia na provável atitude de poupar jogadores mais desgastados), vencer como visitante significará trazer maior tranquilidade ao ambiente do clube treinado por Eduardo Barros.

Isso porque, não bastassem as atuações abaixo da crítica no Brasileirão, o jejum de quase um mês sem vitória e a 17ª posição no torneio nacional, o embate recente entre Mario Celso Petraglia e torcedores nas redes sociais só serviu para atiçar ainda mais a ira dos fãs do Furacão que deve se refletir em maior cobrança por resultados.

No Peñarol, apesar das cobranças crescentes sobre o trabalho de Mario Saralegui, a semana é de expectativa não apenas pelo jogo decisivo, mas também pelo reforço iminente para o comando de ataque que é figura conhecida do público brasileiro. Depois de uma conturbada saída do Tijuana-MEX, o atacante Ariel Nahuelpán estaria perto de ser anunciado oficialmente pelo Manya como a mais nova contratação do Peñarol.

FICHA TÉCNICA
​PEÑAROL x ATHLETICO-PR

Local:
Campeón del Siglo, Montevidéu (URU)
Data e hora: 20/10/2020 - 21h30
Árbitro: José Méndez (PAR)
Assistentes: Milcíades Saldívar e Eduardo Cardozo (ambos PAR)

PEÑAROL: Dawson; Giovanni González, Formiliano, Kagelmacher e Piquerez; Gargano, Trindade, Urretaviscaya, Terans e Facundo Torres; Agustín Álvarez. Técnico: Mario Saralegui.

ATHLETICO-PR: Santos; Léo Gomes, Lucas Halter, Zé Ivaldo e Felipe Aguilar; Richard, Erick, Lucho González e Nikão; Carlos Eduardo e Fabinho. Técnico: Eduardo Barros.