Por Covid-19, desembargador manda presos preventivos ou temporários para casa

Bruno Alfano
Siro Darlan soltou presos por conta do coronavírus

RIO - Por conta da disseminação do novo coronavírus, o desembargador Siro Darlan determinou que presos preventivos ou temporários acusados de crimes sem violência vão para prisão domiciliar.

Só nesta terça-feira, 32 pessoas foram beneficiadas. A informação foi publicada pelo site Conjur e confirmada por O Globo.

Menores infratores e presos no regime semi-aberto também poderão ir para a prisão domiciliar. A decisão vale para presos que estão sob a relatoria de Siro Darlan e que pedirem o benefício.

Ele alega que a "manutenção de prisioneiros nas condições atuais de pandemiamundial corresponde à prática de um crime contra a humanidade, tipificado deGenocídio, cuja autoria já está identificada pelos agentes da lei que assinam osmandados de prisão". Ou seja, os magistrados.