Por meio de doações, moradora da comunidade do Borel distribui kits de limpeza

Moradora da comunidade do Borel, na Tijuca, há 31 anos, Ana Yarocheswky é conhecida pelos vizinhos por, desde 2012, promover o Happy Day, uma festa natalina para as crianças da região, com direito a brinquedos e guloseimas. Desta vez, ela fez a alegria dos idosos, mas com produtos de limpeza. Com a ajuda de uma campanha de arrecadação realizada junto a um grupo de mães do bairro, ela conseguiu comprar 50 kits formados por água sanitária, detergente, sabão e desinfetante, entre outros itens necessários para conter a pandemia de coronavírus.

- Enquanto o estado não faz nada, estamos nos unindo para ajudar quem precisa. Estou acostumada a trabalhar com crianças e até adultos, mas nunca havia tido tanto contato com pessoas de mais idades. Vi muita gente sozinha, como uma catadora de material reciclável que vive sem nenhum benefício. Até agora, entregamos 50 kits, mas a minha esperança é continuar arrecadando e dobrar esse número. Quero que a gente espalhe o vírus do bem aqui na comunidade. Primeiro, privilegiamos os idosos, mas também queremos entregar para as mulheres grávidas - explica Ana.

Com a ajuda de um morador, Ana está percorrendo a comunidade, sem esquecer de tomar todos os cuidados relativos à proteção. Além de entregar os kits, ela conta que conversa com os moradores sobre o que é preciso fazer para se prevenir contra a doença.

- Na comunidade, moramos muito perto um dos outros. Isso faz com que a gente lembre que colado em você tem alguém que pode estar precisando de ajuda. Faz com que a gente pense no outro. Aqui, os idosos sustentam muitas casas com suas aposentadorias. Cuidando deles, estamos cuidando de famílias.

Celia Lima da Silva, que tem problemas respiratórios, foi uma das senhoras que recebeu os kits.

- Se todos se conscientizassem e fizessem isso, evitaria que esse vírus se alastrasse pelo Borel. Tem pessoas da comunidade que não têm condições de comprar nem mesmo um sabonete - disse Celia.

Depois que a pandemia passar, Ana retomará o projeto de construção de uma atração e tanto para as crianças da comunidade. Numa área antes ocupada por lixo depositado pelos próprios moradores, está sendo finalizada uma brinquedoteca em forma de castelinho. Um lugar onde as crianças poderão sonhar com um futuro melhor.

As doações para os kits de limpeza devem ser feitas por meio de transferência bancária. Os dados são: Banco Bradesco (237), agência 2791, conta-poupança 1002646-6. O titular é Fabio Mateus Bitencourt, cujo CPF é 073839387-80.