Por não aceitar fim de relacionamento, homem coloca fogo em trailer da família de ex-namorada

A Polícia Civil prendeu nesta terça-feira em Araruama, na Região dos Lagos, Pedro Gabriel Domingues Pinto. Ele foi detido após ter tido a prisão preventiva decretada pelo Plantão Judiciário do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, por suspeita de ter ateado fogo ao trailer da família de sua ex-namorada. O crime ocorreu em 1º de janeiro, no Largo Pechincha, em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio. Segundo o RJTV, da TV Globo, antes de incendiar o comércio o suspeito ainda ameaçou a vítima e chegou a agredir o pai dela.

Violência:Mulher é presa após esfaquear marido

Na Baixada Fluminense: Polícia investiga participação de mulher na morte do amante em emboscada por marido PM

O crime teria sido motivado por ele não aceitar o fim de um relacionamento com a jovem. Ao ser preso, de acordo com o RJTV, Pedro estaria dirigindo embriagado. Segundo o portal g1, no dia do crime o suspeito teve uma discussão com a ex-namorada, quando teria agredido o ex-sogro. Em seguida, foi até um posto de combustível onde comprou gasolina.

Depois, Pedro se dirigiu até ao Largo do Pechincha, em Jacarepaguá, e ateou fogo no trailer. O comércio era a única fonte de renda da família da ex-namorada do rapaz. O fogo atingiu ainda o aparelho de ar-condicionado de uma agência bancária e fios de um poste. Bombeiros foram acionados para controlar o incêndio.

A família da jovem procurou a polícia e registrou o caso na Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de Jacarepaguá. Um pedido de medida protetiva foi feito e a Justiça acabou decretando a prisão preventiva do suspeito. Pedro Gabriel Domingues Pinto será submetido a uma audiência de custódia, que poderá acontecer nas 24 horas próximas. Na ocasião, um juiz decidirá se o rapaz continuará preso preventivamente ou se responderá em liberdade pelos delitos que é suspeito.