Por que as imagens do telescópio James Webb são tão importantes?

James Webb: telescópio ajudará a compreender as origens do Universo e a buscar por vida alienígena
James Webb: telescópio ajudará a compreender as origens do Universo e a buscar por vida alienígena
  • Com suas poderosas lentes, James Webb ajudará a entender o início do Universo;

  • Seu espectrógrafo, Webb ajudará a verificar por sinais de vida em outros planetas;

  • Telescópio espacial é fruto do trabalho de décadas de cientistas, engenheiros e técnicos.

A divulgação das fotografias feitas pelo telescópio espacial James Webb ecoaram ao redor do mundo, captando a atenção de entusiastas de astronomia à pessoas comuns, que ficaram maravilhadas com tudo que há para além do planeta Terra. Mas por que essas imagens são tão importantes?

Além de serem impressionantemente bonitas e representarem um grande avanço técnico, refletindo décadas de trabalho e dedicação que equipes de cientistas, engenheiros e técnicos, que trabalham no projeto desde 1996, as fotografias do James Webb marcam uma conquista na história da ciência espacial e da humanidade.

“(Webb) é um exemplo positivo do que nós, como espécie, podemos fazer quando pessoas de boa fé trabalham além das fronteiras nacionais para compartilhar um sonho e se atrever a fazer coisas incríveis”, disse Heidi Hammel, cientista interdisciplinar do projeto, ao The Independent.

Com suas lentes e espelhos, Webb conseguirá ver distâncias jamais vistas pelo olho humano com todos os telescópios já lançados. A ideia principal é que ele consiga observar momentos logo após o Big Bang, evento formador de nosso Universo.

Só na fotografia divulgada na segunda-feira, a Primeiro Campo Profundo de Webb, é possível observar galáxias de 13 bilhões de anos, mas a ideia é ir além disso, conseguindo ver galáxias que se formaram dentro de 200 milhões de anos após o Big Bang.

Buscas de vida alienígena

Mas sua missão não será só analisar galáxias antigas. Com seu espectrógrafo, Webb irá conseguir destrinchar a luz das estrelas que passam por diferentes exoplanetas, de modo a compreender a composição química de suas atmosferas.

Aplicado aos mais de 5 mil exoplanetas descobertos até agora, isto é, planetas fora do Sistema Solar, cientistas acreditam que Webb será a melhor chance de detectar alterações atmosféricas representativas de vida alienígena, da mesma forma que os primeiros micróbios mudaram a atmosfera da Terra ao produzir oxigênio.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos