Por que assistir a 'This is us'? Série chega à Globo e é querida dos famosos: 'Só choro', brinca Marquezine

Prepare os lencinhos para enxugar as lágrimas. Estreia hoje na TV Globo a primeira temporada de “This is us: histórias de família”, logo após “Travessia”. Sucesso mundial, tanto pela crítica, como pelos famosos por aqui, a série norte-americana narra a vida da família Pearson. O ponto de partida é a gravidez de Rebecca (Mandy Moore) e Jack (Mio Ventimiglia. Eles estavam prestes a ter trigêmeos, mas na hora do parto, apenas dois dos filhos nascem. Ainda assim, o casal volta com três crianças para casa, ao adotar o terceiro filho logo no hospital. Mas este não é o grande spoiler desse drama familiar. E não vamos contar tudo.

O grande diferencial é que toda história da série não é narrada linearmente. Ou seja, o telespectador se depara com histórias que misturam passado, presente e futuro. O episódio da estreia executa muito bem a mistura e ajuda a surpreender até os mais desavisados. A primeira temporada, por exemplo, recebeu 11 indicações ao Emmy, o Oscar da TV.

— Devo dizer que é um dos melhores trabalhos que já fiz em toda minha vida. É de uma beleza avassaladora a resposta dada pelo público. Os personagens nos trazem todo tipo de sentimento. Você tem a chance de rir junto, talvez possa compartilhar algumas lágrimas com eles também, e vai quase se esquecer de que está assistindo a uma série. É uma mensagem de positividade. Uma família amorosa tentando dar o próximo passo — diz Sterling K. Brown, o Randall, que ganhou como Melhor ator em série de drama, em 2016, ano de estreia da trama.

É a chance de se envolver com profundidade com personagens em diferentes fases da vida, entender os traumas, ou criticá-los com propriedade. As vivências de cada um ajudam a trazer para o debate temas como adoção, racismo, gordofobia, mas em meio às histórias de amor e de cotidiano familiar. São temas universais, que certamente você já discutiu no seu almoço de domingo.

— Acho que a empolgação e o afeto que as pessoas mostram com a nossa série é realmente admirável. “This is us” fala sobre muitas coisas e é por isso que as pessoas são capazes de se identificar. E às vezes são assuntos que você não necessariamente conhece, mas vêm à tona com algum personagem e você pensa: “ei, olha!” — diz Mandy Moore, a Rebecca.

A TV Globo vai exibir inicialmente os 18 episódios da primeira temporada. A série completa, que chegou ao fim em meio deste ano, conta com outras cinco temporadas, totalizando 106 capítulos. Quem não quiser esperar para ver tudo na TV, pode encontrá-los no Star+.

Veja comentários dos famosos:

"'This is us' passeia por todas as emoções, mostra as relações familiares de forma aprofundada, tanto através dos diálogos quanto dos silêncios. A gente se sente meio parte daquela família, porque se identifica sem esforços e sente empatia por todas as personagens", diz Alice Wegmann, ao EXTRA.

"Eu vou parar de assistir ‘This is us’. Eu só choro", brincou Bruna Marquezine ao postar no Instagram uma foto com o rosto cheio de lágrimas depois de um dos episódios.

"A narrativa segue o tempo da memória. Como carrego minhas feridas, dores, a dificuldade de afastar vícios? E como trabalhamos essas dores? Por isso, é tão fácil fazer a projeção, associação e abraçar os personagens. Acho extraordinário que em meio ao horror, alguém produz algo novo, criativo... Em meio a pobreza, cria-se um poema para o filho, ou uma música. Tudo isso compõe o que é uma família, a constituição de afetos, além de falar da busca por solidez pessoal, profissional, eixos que nos identificam", disse o historiador e apresentador Leandro Karnal em seu canal no Youtube.

"O que mais me chama atenção em “This is us” é a capacidade de nos mostrar que em todas as famílias, independentemente da questão financeira, étnica ou classe social, cada um expressa o amor de seu jeito próprio e que são muitos os pontos de vista de uma mesma situação. Todas as famílias têm defeitos, mas é o amor existente, o respeito e o diálogo honesto, que faz com que todos se mantenham unidos até o final, com o objetivo constante de aprender, perdoar e aceitar as diferenças. Se já me peguei chorando? Apenas em todos os episódios (risos)", diz Amanda Mirásci, a Cleide de "Cara e coragem", ao EXTRA.

"Aquela série que te prende e te emociona desde o primeiro episódio. E faz você ficar tensa pela segunda porque está sentindo falta dos personagens. Amo", escreveu Paolla Oliveira, no ar como Pat de "Cara e coragem", nos stories, quando assistia a série.

"Que coisa linda saber que a Globo vai começar a passar uma das melhores séries de todos os tempos. 'This is us' precisa chegar ao máximo de gente possível sempre porque faz bem!", escreveu o apresentador da meteorologia Tiago Scheuer.

Quatro motivos para não deixar de assistir

01. Cotidiano emociona

O texto tem bons diálogos (e bons silêncios!), sem frases de efeito, e histórias cotidianas, que poderiam acontecer com qualquer um. É o básico bem feito.

02. Passado, presente e futuro

Misturar as linhas do tempo, dar diferentes pontos de vista, pelas memórias de cada um, dá profundidade às histórias e aos personagens.

03. Espaço para todos

Todos os personagens ganham destaque nos episódios, mesmo aqueles que não são da família principal têm histórias que dão gosto de acompanhar.

04. Elenco afiado

O casal Rebecca e Jack tem química. Randall e o pai biológico, Will, dão tom certeiro para essa relação esquenta-esfria. Toby dá o alívio cômico sem ser pastelão.