Por que Bolsonaro chorou? Militares ligam cena a não conseguir dar golpe; entenda

Choro de Bolsonaro em evento tem repercutido nas redes sociais - Foto: Reprodução/TV Brasil
Choro de Bolsonaro em evento tem repercutido nas redes sociais - Foto: Reprodução/TV Brasil
  • Militares avaliam que o choro de Bolsonaro é motivado por sensação de isolamento;

  • Na visão deles, o mandatário ainda esperava que as casernas apoiassem um movimento golpista;

  • Presidente derrubou algumas lágrimas em cerimônia das Forças Armadas na segunda-feira (5).

Militares que estiveram com Jair Bolsonaro (PL) em um almoço nesta segunda-feira (5) avaliam que as lágrimas do presidente, caídas durante cerimônia das Forças Armadas, são um retrato de que “a ficha caiu” ao se perceber sozinho em um projeto golpista.

Ao blog de Andreia Sadi, do g1, os oficiais afirmam que o mandatário se não se lamenta por ter perdido das eleições – uma vez que ele já aceitou a derrota nas urnas para Lula (PT) – e sim por não ter apoio das Forças Armadas para criar um cenário de tumulto democrático.

De acordo com os militares, Bolsonaro ainda alimentava o desejo de construir um roteiro de contestação das eleições ou de bloqueios na posse de Lula. Entretanto, na segunda-feira ficou claro que esse projeto bolsonarista não terá o respaldo das casernas.

Isolado, o presidente ficou calado durante toda a cerimônia. “Bolsonaro está diferente dele mesmo. Não interagiu, não brincou. Não me lembro nos últimos quatro anos de vê-lo introspectivo assim", comentou ao blog de Sadi um militar que esteve no evento.

Mesmo os aliados do presidente que integram as Forças Armadas afirmam que ele está cercado apenas por seu núcleo original, composto por integrantes do que foi chamado de ‘gabinete do ódio’.

“Bolsonaro não tem assessor, tem claque, tem plateia. Essa plateia fala o que ele quer ouvir, não fala a verdade. Então, ele se isola", diz esse militar.