Por que é fundamental tomar café da manhã antes de ir à academia

Que tal um mingau de aveia? Ele vai lhe dar toda a energia necessária para um treino matinal. [Foto: Getty]

Você é daqueles que adora tomar um bom café da manhã ou costuma sair de casa sem comer nada? Se você faz parte do primeiro grupo, vai gostar desta notícia: tomar café da manhã pode tornar seus treinos mais eficazes.

De acordo com um estudo da Universidade de Bath – com o apoio das Universidades de Birmingham, Newcastle e Stirling, todas no Reino Unido – tomar café da manhã antes de ir à academia deixa o corpo em um estado “ótimo” para queimar carboidratos, e favorece uma digestão mais rápida dos alimentos após o treino.

No estudo, o Dr. Javier Gonzalez investigou como tomar café da manhã antes de fazer exercícios pode impactar as refeições pós-treino.

“Este é o primeiro estudo a examinar as formas pelas quais tomar café da manhã antes de se exercitar influencia as nossas respostas às refeições pós-treino,” disse o pesquisador da Universidade de Bath.

“Descobrimos que, em comparação com a alternativa de pular o café da manhã, comer algo antes de se exercitar aumenta a velocidade de digestão, absorção e metabolização dos carboidratos que consumimos após a atividade física”.

Publicado na revista American Journal of Physiology – Endocrinology and Metabolism, o estudo explorou os efeitos que um café da manhã pré-treino pode ter em comparação com um jejum realizado desde a noite anterior. Os pesquisadores dividiram os 12 participantes do estudo em dois grupos, antes que os mesmos fizessem uma hora de ciclismo.

Para o experimento de controle, os participantes tomaram um café da manhã composto por mingau de aveia com leite. Embora não seja a combinação de pão com manteiga tão apreciada por muitos, diferentes pesquisas mostraram que uma tigela diária de mingau aumenta a imunidade, reduz o colesterol e pode até ajudar a prevenir o câncer.

Os 12 voluntários ingeriram o mingau duas horas antes dos exercícios ou tiveram o café da manhã seguido por três horas de descanso. Após este período, os pesquisadores mediram os níveis de glicose no sangue e os níveis de glicogênio nos músculos de todos os participantes.

O estudo descobriu que além de aumentar a queima de carboidratos pós-treino, tomar café da manhã elevou a taxa de queima destes durante a atividade física – e não apenas a quantidade ingerida no café da manhã.

“Descobrimos também que tomar café da manhã antes de malhar aumenta a queima de carboidratos durante o treino, e que estes carboidratos não são somente os provenientes do seu café da manhã, mas também carboidratos armazenados nos músculos como glicogênio. Este aumento no uso do glicogênio dos músculos pode explicar por que houve uma estabilização mais rápida do açúcar no sangue após o ‘almoço’ quando o café da manhã havia sido consumido antes do exercício,” disse Rob Edinburgh, um dos principais autores do estudo.

“Este estudo sugere que, pelo menos após um período único de exercício, tomar café da manhã antes, pode “preparar” nossos corpos para armazenar rapidamente os nutrientes consumidos nas refeições feitas após a atividade física”.

É difícil dizer quais são as implicações de longo prazo deste estudo, pois sua amostra foi pequena – e incluiu apenas indivíduos saudáveis do sexo masculino – mas Edinburgh afirma que eles irão continuar investigando o assunto.

“Nós temos estudos em andamento, analisando se tomar café da manhã antes ou depois do treino, de forma regular, tem influência na saúde,” disse ele.

“Há uma necessidade clara de mais pesquisas para avaliar o efeito do que comemos antes dos exercícios, na nossa saúde, mas com participantes acima do peso, que podem ter um risco maior de diabetes tipo 2 e doenças cardiovasculares. Estas são algumas questões que vamos tentar responder”.

Este estudo parece comprovar a sabedoria popular que diz que o café da manhã é a refeição mais importante do dia. Você costuma tomar um bom café da manhã?

Krista Thurrott