Por que é importante distinguir feminicídio de homicídio?

  • r
    rodrigo
    Se a mulher tramar a morte do marido ela pega menos pena do que o contrário. Entenderam? Essa a justiça que as ratazanas asquerosas feministas esperam.
  • H
    Henrique Alexandre
    "Todos são iguais perante a lei", é o que nos garante a nossa Constituição.
    O resto, são militantes ideológicos cegos, que só desejam criar castas, para dividir a nossa sociedade.
  • M
    Marcelo G
    Matéria totalmente equivocada e desnecessária. Coisa de Feminista e Comunista. A lei está aí "HOMICÍDIO" matar alguém, pronto! Daqui a pouco vai ter Gaycídio, transcídio, negorcídio, amarelocídio, e por aí vai. Todos somos iguais perante a lei e pronto. O que o Brasil precisa são de leis que funcionem, mais severas e o fim de muitos DIREITOS DOS MANOS. Fim da Audiência de Custódia, fim da Progressão de Regime, Fim da Saída temporária, e o fim de cumprir 1/6 da pena. Tem que cumprir pena integral e em regime fechado e pronto. Sem MIMIMI pra vagabundo. Cometeu crime vai ter que pagar pelo crime e sem relaxamento de PENA!
  • j
    jose
    Me parece qualquer homicídio atenta contra os direitos humanos e não apenas o feminicídio...
  • J
    Joao luiz
    Tudo é homicídio , se matou um ser humano é homicídio, não importa cor, genêro,opção sexual, social, etc... os termos inventados,esses termos criados são desnecessários e não ajudam em nada. Seguindo essa linha teremos então teremos negricídio, gaycídio, pobrecídio, sem terracídio, e sabe lá mais quantas inutilidades ainda inventarão. É preciso trabalhar em cima de homicídios e ponto final.
  • g
    grazielle
    Sou contra a distinção, mas sou a favor da distinção como a pessoa é morta. E tudo isso já é distinguido pelo CP e CPP. Ou seja eles chovem no molhado no Congresso.
  • A
    A Máquina Troll
    Pesquisa recente fez levantamento no Fórun de São Paulo e se descobriu que 74% das denuncyas feitas kom base na ley Marya da Penha eram FALSAS. Então 7 de cada 10 homens denuncyados eram inocentes, foram denuncyados por ynteresse em penção, guarda dos fylhos e alyenação parental. Porem esses homens tyveram suas vidas arruynadas, foram fychados na policya, presus, perderam lar, guarda dos fylhos, emprego, nome, honra, etc...Muytas ex-feministas denuncyam o feminismo e as mentyras que elas falan, komo as falsaz estatísticas sobre machismo, estupros, entre outras.... É o caso, de por exemplo, de ex-militantes feministas komo Elly Tams, Pizzey (que sofreu ameaças de morti ao mostrar tays mentyras feministas) e Lorraine V. Murray.... Sabia que a Ley Marya da Pennha é ynconstitucional, pois considera o homem já kulpado desde o momento da denúncya e ordena a prisão do mesmu, mesmo sem provas?....Tal coisa fez diversos homens irem pra a cadeya sendo INOCENTES. E isso ocorre em diversos lugares do mundo: na Austrália, por exemplo, 4 a cada 5 denúncyas de estupru são falsas, sabia? Sabia que o nível de violência doméstica, ao contrário do que as feministas dizem, é praticamente igual entre os gêneros? Sabia que na Inglaterra, 40% da violência doméstica é contra homens? Sabia que, ainda na Inglaterra, diversas mulheres apoiam a agreção contra o homem? Sabia que o homem sofre muito maior agreção verbal, em diversos casos, que a mulher? Sabia que o feminismo provocou boycote à implantação da “pílula maskulina”, pois nunca quis que o homem tivesse o direito de controlar sua fertilidade?
  • L
    LORD OF THE LAST DAY
    Ahhhh VÁ PRA PQP.
  • M
    MM
    Por que não inventam tambem o ladrãofobia, assassinofobia, ladronicídio, assassinicídio? Povo sem nada para fazer. Ainda bem que colocaram a interrogação no final do titulo e não uma exclamação, pois assim é uma questão e não uma afirmação ! O cara que mata uma mulher mataria qualquer ser que ele ache ser de sua propriedade. e como isto foi passado de gerações e gerações (genetica cultural) e religiosa... o ser humano acha que é dono de algo e que pode matar e cometer outros crimes. Feminicidio nem deveria ser uma palavra, apenas homicidio existe. seja uma mulher, uma criança, um homem, um animal, uma arvore ou nosso planeta... somos homicidas de nós mesmos.
  • E
    Eder
    Simples, porque no Brasil ninguém é igual perante a Lei!