Por que 'Hamilton' vai disputar o Globo de Ouro, mas não o Oscar

O Globo
·2 minuto de leitura

Um dos grandes destaques do catálogo do Disney+, o musical “Hamilton” vislumbra um horizonte de indicações na temporada de premiações que se aproxima. A produção de Lin-Manuel Miranda está apta a receber indicações ao Globo de Ouro, que anuncia sua lista no dia 3 de fevereiro. No dia seguinte, saem os concorrentes ao SAG Awards, prêmio do Sindicato dos Atores de Hollywood, e “Hamilton” deve figurar entre os títulos contemplados. Já quanto ao Oscar...

A Academia já teria vetado a possibilidade do musical ser indicado à estatueta mais cobiçada do cinema sob o argumento de que “Hamilton” não atenderia às regras da disputa. No entanto, conforme mostra reportagem do site “The Hollywood Reporter”, não há, em tese, qualquer trecho de regulamento que justifique a exclusão da obra.

O mais próximo disso é uma regra de 1997, voltada para curtas e documentários: “Trabalhos que sejam essencialmente promocionais ou instrucionais não são elegíveis, nem trabalhos que sejam essencialmente registros de performances”.

“Hamilton” apresenta um compilado de quatro noites de filmagens de apresentações do musical na Broadway e chegou ao Disney+ em julho de 2020. Três meses antes, a Academia havia mudado seu regulamento, por causa dos efeitos da pandemia, permitindo que títulos lançados diretamente em streaming possam concorrer à próxima edição do Oscar, em 25 de abril.

Mas enquanto o futuro no Oscar parece embaçado, “Hamilton” pode ter destaque no Globo de Ouro, sendo cotado para indicações a melhor filme de comédia ou musical e melhor ator na mesma categoria, seja com Lin-Manuel Miranda, que interpreta o pai fundador dos Estados Unidos, Alexander Hamilton, ou Leslie Odom Jr. no papel de Aaron Burr.

Outros nomes do elenco ainda podem surgir em indicações para coadjuvantes, como Christopher Jackson, Daveed Diggs, Jonathan Groff, Renee Elise Goldsberry, Phillipa Soo e Jasmine Cephas.

Já no SAG Awards, “Hamilton” deve competir na categoria de filmes para TV ou minisséries, também podendo abocanhar indicações para melhor ator ou atriz. O prêmio do sindicato não contempla categorias de coadjuvantes.