Por que Jack Dorsey escolheu a Square em vez do Twitter?

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·4 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Jack Dorsey
    Jack Dorsey
    Criador do Twitter
Jack Dorsey discursando em uma conferência sobre Bitcoin em Miami, Florida. (Photo by MARCO BELLO/AFP via Getty Images)
Jack Dorsey discursando em uma conferência sobre Bitcoin em Miami, Florida. (Photo by MARCO BELLO/AFP via Getty Images)
  • Empreitada antiga de Dorsey, a Square é uma empresa mediadora de pagamentos com investimentos em criptomoedas

  • Jack ficará agora apenas como CEO da Square, onde poderá investir em seu sonhos criptoutópicos

  • Bitcoin “unirá um país profundamente dividido ... e, eventualmente, o mundo”, de acordo com @jack

Jack Dorsey, o cofundador do Twitter, está deixando o cargo de CEO da empresa após seis anos. Parag Agrawal, o ex-CTO da empresa, assumiu a função nesta segunda-feira, 29 de novembro.

Em sua carta de demissão, postada no Twitter, Dorsey disse que deseja que a empresa rompa com a visão e o controle de seus co-fundadores, chamando as empresas lideradas por fundadores de "severamente limitantes".

Dorsey foi o primeiro CEO do Twitter de 2006 a 2008 e voltou em 2015 após um período afastado da gestão do dia-a-dia da empresa.

Desde que voltou, Dorsey teve de responder a perguntas sobre seu compromisso com o Twitter, já que também atua como CEO da Square, uma empresa de serviços financeiros que fundou em 2009.

Leia também:

A Square

Dorsey agora deve voltar toda a sua atenção para a empresa financeira Square, que ele co-fundou em 2009.

A Square é uma empresa de pagamentos que gerencia transações de ponto de venda para muitas pequenas empresas. (Compre um café em uma cafeteria e provavelmente você está usando o Square).

Ele também possui o Cash App, um aplicativo de pagamento ponto a ponto que rivaliza com o Venmo do PayPal. E recentemente expandiu sua pegada de comércio eletrônico com a compra da Afterpay, a empresa australiana que foi pioneira em comprar agora e pagar depois, por US $ 29 bilhões.

Ela também possui o serviço de hospedagem na web Weebly, o streamer de música Tidal, e até recentemente era proprietária do aplicativo de entrega de comida Caviar.

Embora o Twitter tenha obtido lucros em cada trimestre de 2021, a rede social teve um prejuízo de US $ 1,14 bilhão (R$ 6.3 bilhões) em 2020. Os negócios da Square são tudo menos improvisados: a empresa registrou o mesmo valor em lucro bruto apenas no terceiro trimestre de 2021 e tem sido consistentemente lucrativa por anos.

Enquanto o sucesso financeiro do Twitter se limita principalmente à sua capacidade de vender publicidade digital, um mercado dominado pelo Google e pelo Facebook, a Square controla todo o sistema de pagamento do consumidor.

A empresa está emaranhada com vendas físicas, e-commerce, peer-to-peer e, cada vez mais, com o mercado de criptografia.

Enquanto o Twitter está construindo novos fluxos de receita, especialmente por meio de sua oferta de assinatura, a Square simplesmente tem mais fichas em uma mesa com risco geralmente menor e melhores retornos.

Apostando em criptomoeda

Outro motivo pode ser pessoal. Jack Dorsey, cuja biografia do Twitter apenas diz “#bitcoin”, está encantado com a criptografia.

Em agosto, Dorsey afirmou que o bitcoin “unirá um país profundamente dividido ... e, eventualmente, o mundo”. Ele afirmou que o bitcoin se tornará a moeda única mundial na próxima década e declarou que é uma "grande parte" do futuro do Twitter.

Mas o Twitter pode não ser o lar certo para suas ambições de criptografia. A rede ainda está atrás dos concorrentes no e-commerce.

Embora a empresa tenha lançado uma equipe para trabalhar em projetos de blockchain e criptografia para pagamentos aos chamados criadores do aplicativo, o CFO do Twitter, Ned Segal, rejeitou a ideia de investir em criptomoeda

A Square pode dar a Dorsey a plataforma financeira de que ele precisa para realizar seus sonhos criptoutópicos. A empresa já está fortemente investida em criptografia, detendo cerca de 5% de suas reservas de caixa em bitcoin, tendo comprado pela última vez $ 170 milhões em bitcoin adicional em fevereiro de 2021.

O Cash App da Square permite que os usuários comprem e vendam bitcoin em sua plataforma, ele está trabalhando em um bitcoin baseado em uma plataforma de finanças descentralizada e está considerando construir um sistema de mineração de bitcoin.

Por meio da Square, não do Twitter, Dorsey pode apostar no seu sonho sobre o futuro da criptografia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos