Por que os fãs de Harry Styles se esforçam para cancelar Olivia Wilde?

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Olivia Wilde e Harry Styles: atriz sofre críticas frequentes de fãs do cantor (Foto: reprodução/Youtube)
Olivia Wilde e Harry Styles: atriz sofre críticas frequentes de fãs do cantor (Foto: reprodução/Youtube)

Resumo da notícia:

  • Por que os fãs de Harry Styles querem cancelar Olivia Wilde?

  • Relacionamento entre os astros começou com suspeitas de traição e até de armação para divulgar filme

  • Os dois trabalharam juntos em "Não se Preocupe, Querida", filme que deve estrear em setembro nos cinemas brasileiros

Já é um episódio costumeiro na internet: quando Olivia Wilde vira notícia, fãs de Harry Styles surgem aos montes para criticá-la. A movimentação não deixa de ser esquisita, visto que os astros namoram e agora divulgam juntos o filme "Não se Preocupe, Querida", dirigido por ela e estrelado por ele. O trailer do longa, cuja estreia está prevista no Brasil para 22 de setembro deste ano, saiu nesta segunda-feira (2) e gerou a mesma reação de sempre, com elogios misturados a ofensas pessoais contra a artista.

A resistência contra Olivia Wilde entre os fãs de Styles é demonstrada desde os primeiros boatos de relacionamento. A princípio, muita gente bancou que o relacionamento era de fachada - tendo sido inventado apenas para divulgar o segundo longa da carreira de Olivia. Mas a hipótese parece pouco provável, já que ela ainda era casada com o ator Jason Sudeikis, estrela de "Ted Lasso", quando eles começaram as filmagens.

Por falar em casamento, o jornal New York Post banca a informação que Harry Styles foi o pivô da separação de Wilde. "As pessoas acham que o Harry e a Olivia estão saindo há poucas semanas, mas isso não é correto. O Jason descobriu sobre o Harry e perguntou para a Olivia. Então a Olivia pediu a separação e o término veio a público", disse uma fonte ao jornal.

Em entrevista à Vogue no início deste ano, Olivia Wilde foi questionada sobre o relacionamento com Styles e preferiu não entrar em polêmicas, evitando o assunto da suposta traição. "Obviamente, é muito tentador corrigir uma narrativa falsa. Mas eu acho que o que você percebe é que quando você está realmente feliz, não importa o que os estranhos pensam sobre você. Tudo o que importa para você é o que é real, o que você ama e quem você ama", disse ela.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Por coincidência ou não, Olivia Wilde foi surpreendida na semana passada pela entrega dos documentos da custódia dos filhos com Sudeikis quando apresentava o filme "Não se Preocupe, Querida" no palco do festival Cinemacon, nos Estados Unidos. O momento de constrangimento gerou mais uma série de ataques contra a artista e só reforçou a torcida contra o relacionamento dela com Harry Styles.

Falas problemáticas de Olivia

Quando perguntados sobre o motivo da má vontade com Olivia Wilde, muitos fãs de Harry Styles relembram algumas falas da artistas tidas como problemáticas. Em episódio da série de TV Off Camera With Sam Jones, exibido em 2019, a atriz comparou o início da carreira de diretora com o ato de assumir a orientação sexual.

“Quase sinto-me como alguém que saiu do armário. Há esse sentimento de honestidade sobre o que eu realmente quero fazer, e é um nível de conforto de verdade comigo mesma que eu não sentia há muito tempo”, disse a artista de 38 anos, que se identifica como bissexual.

Em entrevista à revista Glamour, em 2012, Olivia Wilde também incomodou a comunidade LGBTQIA+ ao falar do divórcio com seu primeiro marido. "Senti que minha vagina estava morta. Desligada, fora de serviço", disse ela, antes de contar que cogitou uma relação lésbica, “um tipo suave de relacionamento lésbico, apenas beijos gentis e tesouras”.

Histórico do fã-clube

Se as falas antigas pesam contra Olivia Wilde, os fãs de Harry Styles também contam com um histórico negativo em relação às mulheres que se aproximam do cantor. Lizzo, amiga próxima dele, já foi bastante criticada por teoricamente constrangê-lo com insinuações de relacionamento com ele (o cantor nunca se queixou das brincadeiras).

Ex-namoradas de Harry também sofreram críticas pesadas, envolvendo outro assunto seríssimo: o racismo. A modelo Camille Rowe era lembrada por apoiar Roman Polanski, diretor condenado por pedofilia, e escrever posts racistas na internet. Já Kendall Jenner protagonizou um comercial da Pepsi criticado por glamourizar e banalizar protestos antirracistas.

Curiosamente, Olivia Wilde e Harry Styles, mesmo vistos frequentemente juntos e de mãos dadas, nunca assumiram publicamente o relacionamento. "Sempre tentei separar minha vida pessoal e minha vida profissional", disse o artista à Dazed no final do ano passado, fugindo do assunto. Ainda que as suas namoradas sejam constantemente criticadas por posicionamentos problemáticos, ele tem passado ileso das queixas: o britânico quase nunca é alvo de críticas de fãs por se envolver com elas.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos