Por que Porto Alegre não terá passe livre nas eleições

Nova Lei do Passe Livre foi aprovada em 6 dezembro do ano passado e em vigor desde 2 de janeiro de 2022 (Foto: Getty Images)
Nova Lei do Passe Livre foi aprovada em 6 dezembro do ano passado e em vigor desde 2 de janeiro de 2022 (Foto: Getty Images)

Porto Alegre não terá passe livre no transporte público em um dia de eleições pela primeira vez desde 1995. O motivo, segundo informações do portal g1, é a redução do número de dias do benefício previsto em uma lei daquele ano, que criou o passe livre no sistema de transporte coletivo da capital.

“Entendemos ser imprescindível extinguirmos o passe livre nas datas em que ocorrem eleições, uma vez que não persiste situação fática que justifique a necessidade de tal isenção", diz a justificativa da prefeitura no projeto de lei que retirou eleições das datas cobertas pelo benefício.

Isto porque a ampla distribuição geográfica das seções eleitorais no município de Porto Alegre atualmente permite aos eleitores votarem em local próximo à sua residência, o que afasta a necessidade de uso do transporte coletivo em tais deslocamentos”, continua.

Assim, ainda de acordo com o portal g1, a nova Lei do Passe Livre, aprovada em 6 dezembro do ano passado e em vigor desde 2 de janeiro de 2022, fez com que houvesse duas situações para o benefício:

  1. Dias de campanha nacional de vacinação;

  2. Feriado do dia 2 de fevereiro.

Antes, eram várias as situações e até 12 dias cobertos pela isenção de pagamento por ano.

Veja as últimas pesquisas eleitorais para presidente:

Qual a data das Eleições 2022?

O primeiro turno das eleições será realizado no dia 2 de outubro, um domingo. Já o segundo turno – caso necessário – será disputado no dia 30 de outubro, também um domingo.

Veja a ordem de escolha na urna eletrônica nas Eleições 2022

  1. Deputado federal (quatro dígitos)

  2. Deputado estadual (cinco dígitos)

  3. Senador (três dígitos)

  4. Governador (dois dígitos)

  5. Presidente da República (dois dígitos)