Por que quase ninguém sabia que Eminem se apresentaria no Oscar?

RIO — É bem verdade que a vitória de "Parasita" no Oscar de melhor filme surpreendeu a muitos, mas talvez o momento mais aleatório da noite em Los Angeles tenha sido a aparição surpresa do cantor Eminem no palco do Dolby Theater.

Durante um número que celebrava momentos musicais icônicos em filmes, apresentado por Lin-Manuel Miranda (do musical "Hamilton"), uma cena de "8 Mile: Rua das ilusões" (2002) surgiu no telão.

Foi aí que Eminem, protagonista do filme, surgiu no palco acompanhado por uma banda com naipe de cordas e cantou "Lose yourself", música que venceu o Oscar de canção original em 2003.

Na época, porém, nem o rapper nem o parceiro Jeff Bass, co-autor da canção, estiveram presentes na cerimônia da Academia para receber a estatueta — muito menos para cantar a música, obviamente. Com isso, 17 anos depois de ser premiada, "Lose yourself" finalmente foi apresentada ao vivo no palco do Oscar.

A performance de Eminem não estava prevista no roteiro divulgado pela organização. Segundo fontes do site "Variety", o Dolby Theater teve que ser completamente fechado durante os ensaios e, caso a notícia sobre a apresentação vazasse na mídia, o cantor tinha a opção de cancelá-la.

Não se sabe oficialmente o motivo de Eminem não ter participado da festa em 2003. Algumas fontes da "Variety" afirmam que o rapper se recusou a cantar uma versão censurada da canção, o que tinha sido pedido pelos produtores. Outras alegam que, na época, ele simplesmente não achou que deveria se apresentar, e não acreditava que ganharia o prêmio. A estatueta foi entregue por uma surpresa Barbra Streisand e recebida por Luis Resto, outro compositor de "Lose yourself".

Após a apresentação no Oscar, Eminem usou o Twitter para agradecer o espaço, postando um vídeo de Streisand anunciando a vitória 17 anos antes: "Olha, se você tiver outra chance, outra oportunidade... Obrigado por me receber, Academia. Desculpa por demorar 18 anos para chegar aqui".

Reações variadas da plateia

As reações da plateia foram variadas. Martin Scorsese, por exemplo, aparentou estar tirando um cochilo enquanto Eminem disparava seus versos. Idina Menzel mostrou certo incômodo, e Billie Eilish fez cara de paisagem.

Porém, no fim da apresentação, que durou cerca de três minutos, Eminem foi muito aplaudido pelo público estrelado, incluindo astros como Leonardo DiCaprio e Janelle Monáe.

Em janeiro, o rapper de 47 anos fez outra surpresa, essa um pouco mais elaborada: lançou, sem aviso prévio, o álbum "Music to be murdered by". No site "Metacritic", que compila críticas de diferentes veículos, o disco tem nota 64 de 100.